Hotel no fundo do mar nas Maldivas cobra quase 45 mil euros por noite

Filipe Alves

Hotel debaixo do mar nas Maldivas cobrará quase 45 mil euros por noiteAs Maldivas são um paraíso e um destino de sonho para qualquer um. Um Hotel debaixo de água quer tornar esta visita ainda mais memorável.

Esquece acordar naqueles bungalows onde o mar bate à tua porta e a água é tão limpa que consegues ver os corais e os peixes à tua volta. Este novo hotel quer que acordes a olhar, literalmente, para os peixes.

Vê ainda: Vídeo mostra Pivô de jornal totalmente elaborado por Inteligência Artificial

O nome "The Muraka" significa "coral" na língua Dhivehi e escusado será dizer que era impossível terem arranjado um nome mais apropriado.

As Maldivas tem o primeiro hotel subaquático e não é para todas as carteiras

Esta estada é de luxo, por isso é que custa quase 45 mil euros por noite. Ao ficares no hotel The Muraka não reservas apenas o quarto mas sim o Hotel por completo.

O hotel subaquático inclui andares acima e debaixo de água. Tens um mordomo 24 horas disponível, um chef e uma piscina privada. Esta também incluído visitas à ilha, restaurantes e claro uma lancha e um avião aquático privado.

Em síntese, no vídeo de "Conrad Maldives Rangali Island" podes ver um pouco do projeto de construção e um pouco do hotel no seu interior. Um sonho que só alguns é que terão a possibilidade de um dia visitar.

Como técnico de Turismo tenho de admitir que este tipo de hotéis fascinam-me. Sonho em visitar as Maldivas, o Peru ou até a Tailândia. Porém, visitar as Maldivas e passar pelo menos duas noites num hotel destes seria um sonho.

Se por acaso estás a ler este artigo e estás a pensar lá ir porque o dinheiro não é um problema, estás sempre livre para me mandar um email e convidar para essas férias.

Editores 4gnews recomendam:

GTA V vende 100 milhões e é o terceiro jogo mais vendido de sempre

Smartphone dobrável da Samsung produzirá mais do que o esperado

Lenovo Z5 Pro, concorrente ao Xiaomi Mi Mix 3, esgota em 1 segundo

Fonte | Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.