iPhone 6S

Costuma-se dizer que a Apple é uma empresa que introduz novas modas no mercado tecnológico. Gostando ou não dos produtos desenvolvidos pela marca americana, é inegável o grande contributo que a mesma tem oferecido, ao longo dos anos, para esta maravilha que é a tecnologia.

Depois de funcionalidades como um sensor de impressão digital ou a nova entrada USB Type-C, o Force Touch parece ter chegado para ficar. Analistas acreditam já que 25% dos novos smartphones lançados em 2016 incluirão a tecnologia Force Touch ou semelhante.

   

Para os que ainda têm algumas dúvidas acerca do funcionamento desta nova tecnologia, basicamente o Force Touch avalia a força com que pressionas o ecrã do teu smartphone. Num exemplo prático, utilizando como cobaia o 3D Touch da Apple, com um touque mais leve sobre um e-mail que tenhas recebido, irá mostrar-te uma pequena pré-visualização do mesmo, enquanto que uma pressão mais intensa abrirá o e-mail em causa.

huawei_forcetouch

Qual a utilidade real deste tipo de funcionalidade? Isso aí variará de pessoa para pessoa, como tudo. Partindo do princípio de que toda a tecnologia existe para tornar o nosso dia a dia mais simples, o Force Touch vem tornar a nossa interação com o smartphone ainda mais simples e rápida.

A mesma fonte destas informações acredita ainda que as vendas deste tipo de sensores irá aumentar 317%, o que em números representa cerca de 461 milhões de unidades.

Marcas como a Huawei introduziram já esta funcionalidade em pelo menos um dos seus equipamentos, com a Samsung a dever seguir o mesmo caminho no seu próximo Galaxy S7. No teu caso pessoal, achas que o Force Touch será uma grande adição ao teu dia a dia? Deixa-nos a tua opinião.

Talvez queiras ver:

😉

ViaAndroid Authority
Fontedigitimes
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.