Trump proíbe tudo o que é Huawei: como esta guerra te pode afetar

António Guimarães
Comentar

Donald Trump decretou uma ordem que proíbe todas as empresas dos Estados Unidos de utilizar equipamentos Huawei. Isto inclui smartphones, tablets ou mesmo infraestruturas, incluindo possíveis implementações da tecnologia 5G.

Neste momento, o Departamento do Comércio possui 150 dias para começar a executar estas proibições. Esta ordem irá complicar ainda mais as relações comerciais entre a China e os Estados Unidos, que já não estavam estáveis de todo.

donald trump

Trump tem colocado pressão no Reino Unido para proibir de forma igual as infraestruturas da gigante chinesa. Esta é uma declaração de emergência nacional para colocar o país em alerta em relação à marca.

A Huawei possui uma enorme fatia de mercado nas telecomunicações, concentradas na Ásia e na Europa. Com a eminente chegada do 5G, é imperativo que a Huawei consiga manter a preferência de infraestruturas nos países onde está presente.

As relações comerciais entre a China e os Estados Unidos não estão bem

Há duas semanas, Donald Trump anunciou no Twitter um aumento exponencial nas taxas alfandegárias de produtos importados da China. Estamos a falar de um aumento que ronda os 180 mil milhões de euros.

Posteriormente, a China respondeu à letra aumentando por sua vez em 53 mil milhões de euros as taxas de importação para produtos dos Estados Unidos. A situação está a tornar-se um jogo de 'cabo de guerra' que pode afectar a economia de ambos os países.

The United States has been losing, for many years, 600 to 800 Billion Dollars a year on Trade. With China we lose 500 Billion Dollars. Sorry, we’re not going to be doing that anymore!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 6 de maio de 2019

Como isto pode afetar as tuas compras de tecnologia

Especialistas de mercado já indicaram que esta guerra poderá influenciar os preços de todos os produtos oriundos do mercado asiático. Principalmente devido ao aumento das taxas alfandegárias por ambos os países.

Aqui em Portugal já estamos habituados a comprar nas lojas online chinesas. Caso esta guerra piore, as tuas compras mensais de gadgets podem passar a ter preços mais salgados.

Por outro lado, o fato da Huawei perder negócio nos Estados Unidos fará com que o investimento europeu aumente. Assim sendo, é esperada uma maior variedade de produtos e preços ainda mais competitivos por parte da fabricante chinesa.

O governo de Portugal já desaconselhou o uso de equipamentos Huawei oferecidos

Recentemente, o nosso Primeiro Ministro António Costa aconselhou cautela com a utilização de equipamentos de várias marcas, entre elas Huawei. Este foi um conselho dado a nível do governo e departamentos públicos, que foram 'inundados' por ofertas de dispositivos potencialmente inseguros.

A verdade é que a Huawei é a marca que vende mais smartphones em Portugal. Além disso, a gigante chinesa possui bastantes infraestruturas de telecomunicações no nosso país e garantidamente será responsável pela implementação do 5G.

Editores 4gnews recomendam:

Huawei Honor 20 Pro: primeiras imagens reais reveladas acidentalmente

Xiaomi Mi Mix 4 tem especificações reveladas e são inacreditáveis!

Asus Zenfone 6: imagens reais mostram câmara rotativa em detalhe

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.