iPhone SE

A Apple tem um novo iPhone e a opinião pública dividiu-se entre os elogios e ironias satíricas para caracterizar o novo iPhone SE. Agora que a poeira já assentou podemos analisar o que há de novo, o que podia ter sido melhor e claro, ver se este iPhone SE justifica o investimento.

Apesar de termos visto alguns rumores que sugeriam um novo design para este iPhone, tal não se verificou e temos aqui um equipamento exactamente igual, no exterior, ao iPhone 5S. Aliás, se pegarmos em ambos ou se os colocar-mos no bolso, não vamos sentir qualquer diferença entre os equipamentos. Tal facto já foi comprovado pelo apresentador/humorista norte-americano, Jimmy Kimmel Live.

   

Posto isto, muitos de vocês devem-se estar a perguntar: “Será que vale a pena trocar o meu iPhone 5 ou iPhone 5S pelo novo iPhone SE?”. Para responder a essa questão temos que ver para além das aparências e do exterior.

the-official-images-gallery-6

iPhone 5s no exterior, 6s no interior

A Apple desenvolveu este iPhone SE para agradar a uma significativa percentagem dos seus consumidores que ainda utilizam um iPhone de 4 polegadas. Justificou-se ainda, com o facto de 4 em cada 5 utilizadores dos seus equipamentos, começaram com um smartphone de 4 polegadas. Referiram também a preferência do público pelo design e construção dos  iPhone 5 ou iPhone 5S, entre outras justificações.

Verdade seja dita, o iPhone mais carismático, mais atraente e cuja construção/aparência desperta em mim mais interesse é, sem dúvida, o iPhone 5S pelo que sou levado a acreditar nas várias razões apontadas pela marca para justificar a ausência de mudanças no design, para além do novo esquema de cor, Rosa Dourado.

Capas e acessórios do iPhone 5/5S são compatíveis com o iPhone SEiPhoneSE-4ColorLineUp-PR_US-EN-PRINT

O que ficou por dizer?

Depois de vários anos a bater sucessivamente recordes de vendas, com mais de 1 bilião de dispositivos iOS activos, a Apple está no topo! Contudo, agora vem a parte difícil. Chegar ao topo é fácil, o difícil é manter-se lá e não pude ignorar as várias investidas que a Apple fez durante a sua última apresentação, no sentido de cativar o público asiático, de lançar o anzol ao mercado chinês.

Vê também: iPhone SE: Ok Apple já chega, agora lancem algo novo!

Desde os gráficos ilustrativos das tendências e preferências dos consumidores chineses, a vários e vários minutos em que a Apple nos mostrou os seus esforços para tornar várias cidades asiáticas mais responsáveis e eficientes energicamente, zelando pelos interesses do oriente de uma forma muito subtil, passando até por vários “takes” e mensagens em mandarim nos vídeos de apresentação dos vários produtos e serviços apresentados no decorrer do evento.

Estarão as 4 polegadas de novo na moda?

the-official-images-gallery-10

É um facto inegável que a marca está a esforçar-se para solidificar a sua posição nos mercados asiáticos e, se quer manter o ritmo de crescimento (e respectivos lucros), terá que apostar em novas fontes de rendimento e os seus mercados tradicionais (norte-americano e europeu), não devem aguentar este ritmo durante muito mais tempo.

As novidades!?

É verdade, já me estava a esquecer do mais importante. As novidades (ou se calhar não visto serem tão poucas). Uma coisa é certa, a Apple não poderá, nunca mais, apontar o dedo à Samsung por “reciclar” os seus smartphones, por lançar versões Prime, mini ou Value Edition. Se bem que…tendo em conta a arrogância intrínseca à empresa de Tim Cook, não ficaria muito surpreendido se tal viesse a acontecer.

Mas, já chega de considerações pessoais, vamos às novidades propriamente ditas! Em primeiro lugar, poderás usar todas as tuas capas e acessórios do iPhone 5 e 5S neste novo iPhone SE, o que é sempre uma mais valia. Se bem que, a menos que compres a versão em Rosa Dourado ninguém vai adivinhar que és o orgulhoso(a) dono(a) do novíssimo iPhone SE.

Vê também: Preços oficiais do Apple iPhone SE

Em termos de tamanho de ecrã temos aqui as ergonómicas 4 polegadas com uma resolução de 640x1136pixels, sem a tecnologia 3D Touch (apesar de isso não fazer muita falta). Já no seu interior temos um potente processador Apple A9 com o co-processador Apple M9 e uns bons 2GB de memória RAM. Infelizmente, o modelo base contará com apenas 16GB de memória interna (dos 16GB parte estará ocupado pelo sistema) e caso queiras mais armazenamento (64GB), terás que desembolsar mais 100€.

the-official-images-gallery No departamento fotográfico temos uma câmara de 12MP isight com flash dual-LED True Tone, além de uma câmara frontal de 5MP para as tuas indispensáveis selfies. Ficarás contente ao saber que a sua câmara principal será capaz de gravar vídeo em 4K Ultra-HD a 30 FPS, em 1080p Full-HD a 60 FPS e até gravar vídeo em câmara lenta a 240FPS em 720p HD ou 120FPS a Full-HD.

No seu interior trará a mais recente versão do sistema operativo da Apple, o iOS 9.3 já instalado, além de vir equipado com a conectividade NFC para que possas experimentar o serviço Apple Pay, nos países disponíveis, entenda-se.

Vê também: Todas as especificações do Apple iPhone SE

A autonomia de bateria do iPhone SE também pode ser um forte ponto de venda. Todos sabemos que os iPhones nunca primaram pela sua autonomia, aliás…muito pelo contrário! Contudo, este novo iPhone SE deverá portar-se um tanto melhor que os iPhone’s 6 e quiçá, até o iPhone 6s.

the-official-images-gallery-3

Conclusão

iPhone SE não traz nenhuma inovação face aos restantes equipamentos da marca. No entanto, caso tenhas um iPhone 5 ou iPhone 5S e sintas necessidade de actualizar o teu equipamento e não queiras um dispositivo maior, verás com muito bons olhos o novo iPhone SE. Ser-te-á extremamente familiar no toque, aspecto e qualidade de construção, no entanto, o seu interior está bem mais potente e capaz de aguentar mais uns bons anos de utilização.

Claro, se me perguntarem o que acho deste iPhone SE, creio que foi uma demonstração de preguiça por parte da Apple. Não temos aqui nada de novo mas sim, os melhores componentes de ontem, com a qualidade de construção e design mais invejada do mercado…há dois anos atrás.

Claro, não deixa de ser um equipamento atraente, será o iPhone mais barato que encontrarás no mercado e até dei por mim a ponderar seriamente a sua compra . Em boa verdade, não fosse a discrepância de preços para os mercados europeu e norte-americanos, este seria o meu primeiro iPhone.

Agora que já conhecemos bem o novo iPhone, qual é a tua opinião sobre o equipamento?

Talvez queiras ver: