Sharp Aquos R6: o smartphone que "roubou" a última esperança da Huawei

Rui Bacelar
1 comentário

A Sharp é um nome desconhecido para o consumidor comum no mercado dos smartphones. É, no entanto, uma fabricante nipónica que nos tem vindo a surpreender uma e outra vez com os seus smartphones Sharp Aquos, linha de produtos altamente inovadora.

O mais recente lançamento digno de nota é o smartphone que "rouba" à Huawei a parceria com a Leica e que priva os próximos Huawei P50 do título de primeiro smartphone com sensor fotográfico de uma polegada. Aliás, há ainda mais para descobrir no Sharp Aquos R6!

O Sharp Aquos R6 é um smartphone digno de nota!

Sharp Aquos R6

Em primeiro lugar, o Aquos R6 é o mais recente smartphone Android topo de gama (flagship) da fabricante. Destaca-se face à concorrência pela utilização do primeiro sensor de imagem com uma polegada de diagonal e pela parceria com a Leica.

Como se não bastasse, usa ainda um ecrã com alta taxa de atualização, até 240 Hz numa tela IGZO OLED. São caraterísticas impensáveis há poucos anos, ter um sensor de imagem com a mesma dimensão do que encontramos em câmaras compactas.

Ainda assim, a Sharp conseguiu a proeza de incluir este sensor de 20 MP, não muito diferente do que está presente nas câmaras compactas Sony RX 100, além de se tornar na nova parceira da Leica após o término do contrato prévio com a Huawei.

O primeiro sensor de imagem com 1'' para smartphone

Sharp released a God-level smartphone: AQUOS R61-inch camera, Leica lens, 2000 nit 1~240Hz refresh rate 2K+ OLED screen, Qualcomm 3D Sonic Max fingerprint sensor, Snapdragon 888 processor. 5000mAh,I really want it! pic.twitter.com/P2PS6hUfNX

— Ice universe (@UniverseIce) 17 de maio de 2021

Está oficialmente quebrada a barreira da uma polegada em sensores de imagem para smartphones, um trunfo até então apontado para o futuro Huawei P50, mas que se viria a concretizar já no Aquos R6, um dispositivo que deverá ser um exclusivo do Japão.

Note-se que além da Huawei, também a Samsung foi tida como fabricante interessada neste novo padrão de sensores para smartphones capazes de entregar uma nova qualidade de imagem. Até ao momento, o maior sensor da Samsung tem 1/1,12 polegadas de diagonal, estando abaixo deste sensor da Sharp.

Aliás, também a Sony estará a desenvolver um sensor com uma polegada ao abrigo da sua linha Sony IMX. Contudo, seria a Sharp a primeira a cruzar esta fasquia, ainda que não disponhamos de informações relativas ao fabricante deste sensor Sharp.

Quanto maior for o tamanho do sensor, maior será a qualidade da imagem captada

Aquos R6

Reiteramos que a qualidade de imagem não pode ser apenas associada à resolução da mesma - grandeza apurada em MP's (megapixeis). É, sobretudo, o tipo e tamanho do sensor que dita a qualidade efetiva da imagem e vídeo captado pelo sensor.

É por isso que a Sharp afirma que o seu Aquos R6 é capaz de preservar mais detalhes nas cenas noturnas e escuras. De igual modo, consegue proporcionar um efeito bokeh com o desfoque do fundo mais realista e efetivo.

Note-se que o sensor e respetivas lentes que compõem a objetiva, ocupam a maioria da porção central do smartphone. Este módulo principal é acompanhado por um sensor ToF e flash LED ajudam o smartphone a entregar imagens de maior qualidade.

Sharp Aquos R6

Vale ainda frisar que a Sharp recorreu à perícia da Leica para desenvolver a objetiva que equipa este sensor principal. A mesma é composta por 7 elementos óticos (lentes) e tem uma abertura máxima de f/1,9, além de estabilização eletrónica da imagem (EIS).

O telefone depende essencialmente de uma câmara principal na traseira, sendo o segundo sensor (ToF) meramente auxiliar.

O melhor smartphone Android que nunca teremos na Europa

Sharp Aquos R6

A Sharp é consistentemente uma das fabricantes que mais arrisca e mais inova. Recordamos, a propósito, o smartphone Sharp Aquos Crystal que removem a margem superior bem antes do Xiaomi Mi MIX original. Sem esquecer o Aquos R2, um dos primeiros com duas câmaras na traseira, ou o Aquos R3 que tinha duas notches e um dos primeiros ecrãs a 120 Hz.

Agora, no Sharp Aquos R6 temos um ecrã de 6,6 polegadas Pro IGZO OLED com resolução WUXGA+ (2,730 x 1,260 pixeis) e taxa de atualização variável até 240 Hz. Este ecrã pode reduzir a taxa de atualização até 1 Hz para poupar bateria consoante o conteúdo apresentado.

Mais ainda, este painel consegue atingir um brilho máximo de 2 000 nits, um valor incrível e provavelmente o mais brilhante que o mercado tem para oferecer. A isto soma-se o processador topo de gama da Qualcomm, o Snapdragon 888 no seu interior.

O Sharp Aquos R6 usa óticas desenvolvidas pela Leica

De igual modo, encontramos 12 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno. Para o desbloquear temos o novo sensor 3D Sonic Max da Qualcomm, o leitor de impressões digitais embutido, bem como uma câmara frontal de 12,6 MP.

O telefone Sharp tem ainda conexão 5G, WiFi6, bem como Bluetooth 5.2. Sem esquecer a certificação IPX5/8 para proteção contra poeiras e água. A sua bateria tem 5000 mAh de capacidade, sem carregamento sem-fios.

Tem, por outro lado, conexão NFC e a porta áudio jack de 3,5 mm. Não há, por fim, informações quanto ao seu preço ou disponibilidade fora do Japão.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.