OPPO Pad Air review: um bom primeiro tablet Android até 350 €

Rui Bacelar
Comentar

O OPPO Pad Air é o primeiro tablet Android da fabricante chinesa a chegar à Europa, bem como às principais superfícies de venda em Portugal. É uma compra fácil para quem procura um novo tablet até 300 euros (sensivelmente), com caraterísticas que suportam as suas ambições de criar um ecossistema que una os seus smartphones, tablets e smartwatch.

Apresentado em meados de julho de 2022, este é um produto de gama média que prima pela relação qualidade / preço a custar desde 349 € em Portugal. É o tablet a comprar (ou um dos melhores no setor) para quem lhe pretende dar uma utilização casual, repartida entre trabalho e entretenimento.

OPPO Pad Air

Sintetizando a sua "alma", vão gostar bastante dos altifalantes (dos quais tem quatro), com som encorpado. Tem uma autonomia de bateria dentro da média, com ecrã de resolução 2K (IPS LCD), portanto não tenham expectativas exacerbadas.

Trata-se de um produto bastante equilibrado em todas as frentes, a mais importante das quais sendo o preço. Além disso, tem construção metálica, é relativamente fino (6,9 mm) e relativamente leve (440 gramas), com o chipset Snapdragon 680 4G (6 nm).

Escolhas de design no OPPO Pad Air e o seu OPPO Glow

OPPO Pad Air

Há pouco para poder inovar no design de um tablet. São, afinal de contas, retângulos de metal e vidro cuja atenção repousará nos conteúdos apresentados. Felizmente, a OPPO não se privou de acrescentar um toque distintivo na traseira deste seu produto.

OPPO Pad Air
Legenda

Os bezels ou margens, apesar de bem presentes, não nos distraem durante a utilização e fruição deste produto. Estão lá e cumprem o propósito de enquadrar o ecrã, proporcionar uma área para agarrar e segurar o tablet, sem serem grandes em demasia.

OPPO Pad Air

Sumariando, o painel frontal apresenta margens harmoniosas e proporcionais, merecendo logo um destaque positivo. A câmara frontal ao centro - na configuração horizontal - está equidistante das margens e todo o produto se apresenta bem-acabado.

Dito isto, o produto tem uma aparência clássica. É um tablet de aspeto familiar, com a câmara traseira evidenciada por um círculo protuberante com o respetivo bezel prateado. A câmara traseira não o torna instável pousado numa superfície plana.

OPPO Pad Air

Há, porém, uma faixa vertical (ou horizontal), que atravessa o tablet na área da câmara fotográfica. Esta porção de alumínio trabalhado apresenta uma sensação agradável, como que se dunas se tratassem, com relevos aprazíveis à vista.

A demais traseira do dispositivo, num cinza metálico sem brilho, intemporal, mostra-se limpa e sóbria. Cumpre destacar a boa colocação dos botões de seleção de volume na direita (separados) e o botão Power na aresta superior do Pad Air.

OPPO Pad Air

Em suma, este tablet Android segue a atual tendência de design de esquema duplo, ou com algum efeito / textura na traseira. Tem arestas retas e bem definidas e cantos arredondados, com bezels suficientes para segurar no produto.

Qualidade de construção adequada com perfil elegante

OPPO Pad Air

O OPPO Pad Air tem uma construção metálica em liga de alumínio, fina, tal como a sua espessura de 6,9 mm. Este produto não apresenta rangidos, nem ranhuras ou folgas que costumam afetar alguns tablets baratos. Aqui temos uma boa execução.

Em particular gostamos da estrutura metálica com arestas retas que lha dão um aspeto clean, limpo e efetivamente similar à sua musa, o Apple iPad Air. Infelizmente não temos leitor de impressões digitais no OPPO Pad Air, algo de que sentimos falta.

OPPO Pad Air

Os métodos de desbloqueio resumem-se assim ao reconhecimento facial, algo que à noite se traduz na necessidade de inserir o código de bloqueio, padão ou password. É um mal menor, mas pode revelar-se fatigante para um utilizador mais intensivo.

OPPO Pad Air

As grelhas dos altifalantes estão bem recortadas, tal como a porta USB do Tipo-C para carregamento e / ou transferência de dados.

Ecrã IPS LCD com resolução 2K neste tablet Android para 2022

OPPO Pad Air

O ecrã é o quesito mais importante num tablet. Assim, numa era em que abundam os dispositivos móveis com ecrãs a 120 Hz, o OPPO Pad Air mantém-se nos 60 Hz. Porém, este ecrã IPS LCD tem uma boa resolução 2K (1200 x 2000 pixeis).

Isto resulta numa densidade já aceitável de 225 pixeis por polegada num ecrã de 10,36 polegadas. É caso para dizer que o que não temos em taxa de atualização da imagem temos em resolução. Por outro lado, o brilho também não desilude, com até 360 nits.

OPPO Pad Air

Não é o ecrã brilhante mais brilhante como o de alguns smartphones, mas recordemos o segmento de mercado e respetivo preço em que este produto se insere. O display não tem a profundidade de cor e contraste dos displays AMOLED, algo que deve ser frisado.

Temos, sim, um ecrã que ocupa 80.5% da área do painel frontal, que não apresenta atrasos no registo do toque e com bons ângulos de visão para o setor. Em suma, não é um deleite visual, mas cumpre bem a função, ficando, aliás, acima da média em qualidade.

OPPO Pad Air

As cores apresentam uma tez natural, com os painéis LCD bem conhecidos pela sua precisão de cor. Temos, aliás, suporte para 1 bilião de cores, mas onde sentimos que este é um produto mais barato é no contraste, ou melhor, na falta dele.

Em suma, este é um ecrã onde pode ver filmes e séries, seja na Netflix, HBO Max, Disney+, ou outro meio e ficarás satisfeito. Neste ponto crucial do tablet, estava à espera de algo mais em linha com os tablets baratos, pelo que a experiência foi positiva.

OPPO Pad Air

O áudio Dolby Atmos eleva (muito) a experiência de consumo de multimédia

A OPPO conseguiu colocar um total de quatro altifalantes neste tablet com 6,9 mm de espessura e o efeito é ótimo. Ao ver filmes e séries, aquilo em que, porém, o ecrã não brilha (HDR), o palco sonoro abona muito a experiência visual com áudio de boa qualidade.

OPPO Pad Air

A ação passa do ecrã para as colunas com a imagem a expandir-se através da malha sonora bem composta pelos quatro altifalantes neste tablet. Aconselho vivamente a experimentarem ver um videoclipe musical, ou claro, um bom filme / série neste Pad Air.

Para alguns utilizadores a falta de porta áudio (jack) de 3,5 mm pode ser um contra. Temos, contudo, a ligação Bluetooth 5.1 LE para quem quiser ligar os seus auriculares ou auscultadores Bluetooth.

OPPO Pad Air

As principais especificações técnicas do OPPO Pad Air

  • Ecrã: 10,36 polegadas IPS LCD com resolução 2K (1200 x 2000 pixeis) 225 ppp
  • Taxa de atualização: 60 Hz, com 360 nits (brilho), suporte para stylus
  • Processador: Snapdragon 680 4G (6 nm) da Qualcomm (SM6225)
  • Memória RAM: 4 / 6 GB LPDDR4X RAM
  • Armazenamento: 64 / 128 GB UFS 2.2
  • Expansão de memória: cartão microSD até 512 GB
  • Dimensões: 245,1 x 154,8 x 6,9 mm (largura x altura x espessura)
  • Peso: 440 gramas
  • Câmara Principal: 8 MP (f/2.0)
  • Câmara Secundária: Selfie Camera de 5 MP (f/2,2)
  • Bateria: capacidade de 7 100 mAh
  • Carregamento: rápido a 18 W por cabo, carregador a 18 W incluído
  • Sistema operativo: Android 12 da Google
  • Interface: ColorOS 12 da OPPO
  • Conetividades: Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, dual-band, Wi-Fi Direct, hotspot; 5.1, A2DP, LE, aptX HD
  • Sensores: Acelerómetro, Sensor Giroscópio, sensor de proximidade, sensor de luz
  • Cores: Cinza e Prateado
  • Segurança: PIN, password, padrão, reconhecimento facial
  • Preço: desde 349 € em Portugal

Desempenho modesto com o Snapdragon 680 4G e 4GB de RAM

OPPO Pad Air

O OPPO Pad Air é um tablet Android de gama média / baixa. A unidade de teste chegou com 4 GB de memória RAM, 64 GB de armazenamento interno e o processador Snapdragon 680 4G (6 nm) da Qualcomm. Ou seja, um chipset que não é conhecido pela velocidade, mas sim pela eficiência energética (da qual já falaremos).

Se pretendem trabalhar bastante, ou procuram uma rápida e fluída experiência de multi-tasking então optem por um produto superior. O OPPO Pad Air, com os seus 4 GB de memória RAM é indicado para tarefas mais simples como ler / editar documentos e apresentações, algum jogo casual e claro, para ver filmes e séries.

OPPO Pad Air

Sentimos, por vezes, alguma lentidão quando temos várias aplicações abertas, sobretudo na transição entre apps. Isto será notório para utilizadores mais exigentes, mas perfeitamente ignoráveis para uma utilização mais casual e leve.

Em suma, não é um tablet para séria (ou grande) produtividade, apesar de suportar canetas / stylus. Pode ser usado para alguns jogos, mas não os títulos mais exigentes da Google Play Store. Face ao seu preço e caraterísticas, é compreensível e a OPPO fez um bom trabalho de otimização do hardware, mas há limites (notórios) para estes aperfeiçoamentos.

OPPO Pad Air

As opções de conetividade limitam-se ao Wi-Fi, portanto sem ligação LTE ou 5G. Temos armazenamento interno expansível via cartão de memória até 512 GB e a possibilidade de expandir virtualmente a RAM em até +3 GB.

O software é comandado pela ColorOS 12 da OPPO

OPPO Pad Air

Mostra-se limpo, próximo do Android 12 da Google, mas acrescentando produtividade e ferramentas onde elas são precisas. É, aliás, uma interface a que facilmente nos habituamos, sobretudo para antigos utilizadores de iOS que migrem do iPhone para Android.

Há uma enorme quantidade de personalização, quando procuramos por tal nas opções presentes nesta UI, mas sem se tornarem em ruído desnecessário. Dito isto, e num quesito francamente subjetivo, esta é uma interface particularmente agradável de usar.

OPPO Pad Air

Podemos manter o tablet próximo do Android como a Google o concebeu, ou personalizar todos os aspetos visuais e funcionais do produto. A escolha fica entregue ao utilizador, não lhe sendo imposta por notificações ou pop-ups de qualquer tipo.

Para o formato tablet a ColorOS 12 dá-nos ferramentas úteis como a janela flutuante, para termos duas apps abertas, por exemplo. Porém, devido ao hardware, a sua utilidade é algo limitada para dual screen em aplicações de trabalho.

OPPO Pad Air

Em suma, temos uma UI muito limpa que permite correr duas aplicações ao mesmo tempo. Podemos até sincronizar com um smartphone OPPO e usufruir ainda mais do "Flow", a transmissão de conteúdos sem qualquer configuração adicional.

Autonomia de bateria muito satisfatória no OPPO Pad Air

OPPO Pad Air

A bateria tem 7 100 mAh, com um processador eficiente e ecrã de apetite contido. O resultado? Um bom dia completo de utilização intensa, entre jogos e reprodução de vídeo, com ligação à Internet e Bluetooth ligado, sem qualquer restrição.

Este é o tablet ideal para ver uma série Netflix de fio a pavio (expressão mais lusa que binge watching), mas serve o mesmo propósito. Este é um tablet com boa autonomia de bateria, com energia suficiente para dois a três dias de utilização normal.

OPPO Pad Air

Para quem utilizar o tablet para ler documentos, ver um pouco de vídeo e quiçá um a dois episódios da sua série favorita por dia, a autonomia chegará perfietmaente para três dias, possivelmente mais, de uso casual.

O carregamento não é particularmente rápido, com 18 W de potência e uma bateria ed 7 100 mAh este é um processo muito demorado, mas pelo menos temos carregador (a 18 W) e cabo incluído na caixa.

OPPO Pad Air

Câmara fotográfica de 8 MP + 5 MP para as captações muito casuais

Contava com câmaras mais satisfatórias neste OPPO Pad Air, sobretudo ao comparar a qualidade que já obtemos nos seus smartphones com configurações similares. Porém, esta câmara não surpreende, com cores pouco vincadas e bastante otimização digital da imagem que resulta em imagens modestas na melhor das condições (ao ar livre com boa luz).

OPPO Pad Air

A câmara frontal é adequada para as selfies e videochamadas com boa iluminação, mesmo com "apenas" 5 MP já faz um bom trabalho para o que dela esperava. Já quando temos menos luz, nas videochamadas a câmara frontal é muito sofrível em 2022.

Note-se que a câmara fotográfica é um aspeto francamente secundário nos tablets, mas existem utilizadores que preferem este formato para fotografar. Neste quesito, a câmara de 8 MP será boa para fazer scan de documentos e fotos casuais.

OPPO Pad Air

Fotografia básica e gravação de vídeo simples, um "kit" de imagem muito "light". Este foi o quesito que menos gostamos no OPPO Pad Air, não levou nota negativa devido ao seu preço, mas esteve perto.

Pontuação 4gnews (de 0 a 10)

Escolha de design 7,5
Qualidade de construção 7
Ecrã 6,5
Qualidade de som 8,5
Performance/Desempenho 7
Interface/UI 8
Câmara 6
Bateria 8
Qualidade/preço 9
Pontuação 7,5 - Muito Bom

OPPO Pad Air

Veredito

O OPPO Pad Air apresenta-se como uma alternativa acessível e meritória aos produtos da líder de mercado, Apple, a gigante de Cupertino que não carece de apresentações com os seus produtos premium como a linha iPad Air.

Para muitos consumidores os seus tablets são inalcançáveis e faltam bons tablets baratos, ou pelo menos acessíveis em Portugal. É aqui que a OPPO coloca o seu novo produto e fá-lo, para todos os efeitos, muito bem neste primeiro lançamento.

OPPO Pad Air

O OPPO Pad Air pode parecer mundano, ou mesmo banal quando justaposto om as ofertas da concorrência, mas é um tablet que entrega nas áreas cruciais. Qualidade de áudio, resolução de ecrã, construção e autonomia de bateria.

Esta é uma boa compra se procuram um tablet para educação e entretenimento geral com ótima qualidade de som e sólida autonomia para vários dias de uso, sem ignorar as suas limitações. Por 349 €, está um bom produto e boa compra.

OPPO Pad Air

Por fim, este tablet fica ainda melhor com um smartphone OPPO, os alicerces para o ecossistema que a marca chinesa quer agora implementar, e diga-se, com auspiciosos augúrios.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com