Apple proibiu o Facebook de avisar utilizadores sobre a taxa de 30%

António Guimarães
1 comentário

O Facebook tentou tornar a taxa da Apple de 30% na App Store um pouco mais "famosa", para os utilizadores. A empresa de Zuckerberg pretendia incluir uma mensagem sobre essa taxa numa das novas funcionalidades da rede social. Contudo, a Apple "obrigou" o Facebook a remover essa mensagem.

De acordo com as afirmações da empresa, a Apple informou o Facebook que existe uma condição na App Store que proibe programadores de providenciar informações consideradas irrelevantes para os utilizadores.

dsfsd

"Agora mais do que nunca, deviamos ter a opção de informar as pessoas para onde o seu dinheiro é direcionado. Infelizmente, a Apple rejeitou a nossa proposta de transparência, em relação à taxa de 30%. Ainda assim, estamos a trabalhar para tornar essa informação disponível." Estas foram as afirmações oficiais do Facebook.

A Apple ainda não respondeu aos comentários da empresa. A verdade é que o próprio Facebook não tem fama de ser transparente, sendo que esta pode ser uma forma de pressionar a Apple a baixar a taxa de 30% cobrada em todas as transações oriundas da App Store.

Funcionalidade do Facebook pretende ajudar negócios

A nova funcionalidade do Facebook envolve a criação de eventos online por parte de empreendedores e pequenos negócios. Este eventos serão pagos pelos clientes, de forma a obter receitas. A pandemia mundial de COVID-19 afetou gravemente os negócios, principalmente as pequenas e médias empresas.

Inclusive, o Facebook solicitou à Apple que a empresa ignorasse a taxa de 30% exclusivamente para estes eventos, de forma a que os negócios obtivessem todas as receitas. A Apple recusou-se.

Editores 4gnews recomendassem:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.