Xiaomi Redmi K60: preço acessível dita o processador integrado

Mónica Marques
Comentar

A Xiaomi está já a realizar a fase de testes de design ao novo Redmi K60 que, à semelhança de gerações anteriores, vai aliar desempenho de topo a um preço acessível.

Para cumprir este requisito, o novo terminal vai chegar ao mercado com o processador Snapdragon 8+ Gen 1.

Xiaomi Redmi K60 com chip Snapdragon 8+ Gen 1

Redmi K50 Ultra
Em agosto deste ano, a Xiaomi lançou o Redmi K50 Ultra Crédito@Xiaomi/Weibo

A série K da Redmi é conhecida no mundo high-tech por apresentar smartphones com um “desempenho de topo”, mas a um custo acessível à maior parte das carteiras. E, ao que tudo indica, a próxima série Redmi K60 vai manter-se fiel a esta premissa.

No entanto, a atual conjuntura económica está a dificultar a vida a todos os fabricantes de smartphones que pretendem colocar no mercado modelos com especificações mais avançadas, mas com um custo menos premium, digamos.

Também a Xiaomi enfrenta esta dificuldade, mas de acordo com o leaker Digital Chat Station, a marca chinesa já terá optado por uma nova estratégia ara ultrapassar este obstáculo. Estratégia essa que vai aplicar já à série Redmi K60.

Segundo o conhecido leaker, a nova família Redmi vai chegar equipada com o processador Snapdragon 8+ Gen para que o preço final de venda não sofra um aumento demasiado elevado para os fãs da marca.

Digital Chat Station garante que a nova série está já na fase de testes de verificação de design e, que de seguida, passará à fase de produção.

Especificações esperadas no Xiaomi Redmi K60

Entretanto, rumores anteriormente divulgados revelaram já algumas das especificações que podemos esperar ver na série Redmi K60 que será apresentada oficialmente no próximo ano.

Dizem então os rumores que os modelos vão estar equipados com ecrãs com resolução Quad HD+. Melhor: estes dispositivos podem também já integrar a funcionalidade Dynamic Island, um recurso semelhante ao da Apple, mas com retoques e assinatura da rival chinesa.

Chegam também a executar o sistema operativo Android 13 sob a interface MIUI 14 e com baterias de 5.500 mAh com suporte para carregamento rápido de 67 watts e carregamento sem fios de 30 watts.

Ao longo dos próximos meses, vamos com certeza dar notícias de mais revelações sobre a nova série Redmi K60 que alia desempenho de topo a um preço mais acessível.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt