Xiaomi partilha a sua visão para a fotografia computacional em 2022

Rui Bacelar
Comentar

A Xiaomi, desde a sua génese, tem perseguido a vanguarda da inovação fotográfica nos smartphones. Isto ao mesmo tempo que oferece uma experiência diferenciadora ao utilizador.

Agora, mais de uma década de dedicação resultou em conquistas profundas na evolução da fotografia em smartphones. Aqui tanto ao nível de hardware como de software, da sua MIUI aos algoritmos de processamento e IA.

A visão da Xiaomi para a fotografia computacional

Xiaomi

Em 2017, a Xiaomi exibiu um dos primeiros smartphones com câmara de 12MP do mundo, o Mi 6, com 2X zoom ótico, 1.25μm pixels e OIS de quatro eixos.

Em 2018, foi criada uma equipa dedicada à I&D para acelerar o avanço da fotografia nos smartphones.

Em março de 2022, a Xiaomi abalou mais uma vez a indústria com a Xiaomi 12 Series, que apresenta múltiplos avanços da fotografia computacional. Aqui incluindo características avançadas baseadas em Inteligência Artificial (IA) como Xiaomi ProFocus, Fotografia Ultra Noturna e Modo Noturno.

Xiaomi 12S Ultra

Mais recentemente, em julho de 2022, a Xiaomi revelou a Xiaomi 12S Series dando início à parceria estratégica em tecnologia de imagem entre a Xiaomi e a Leica.

Estes avanços apenas mostram uma pequena parte da dedicação da Xiaomi na fotografia em smartphones.

O papel dos algoritmos no processamento digital das imagens

Xiaomi

Uma das conquistas marcantes da Xiaomi na fotografia em smartphones é o seu algoritmo de modo noturno. Algo que permite fotografar sem problemas mesmo em ambientes com pouca luminosidade.

Lei Lei, diretor do Departamento de Algoritmos, e a sua equipa receberam um amplo reconhecimento nesta área. Aqui tanto por parte da comunidade de fotógrafos públicos como profissionais, recebendo prémios em eventos como o NTIRE 2022 (New Trends in Image Restoration and Enhancement).

Para ficarmos a saber mais sobre a visão por detrás do impulso da fotografia computacional da Xiaomi e as metodologias internas da equipa de Algoritmos de Imagem IA, pedimos a Lei Lei para partilhar alguma da sua experiência.

Perguntas simples com respostas complexas

A equipa de Lei Lei começou a sua exploração com uma simples pergunta. "Como podemos fazer com que os utilizadores tirem boas fotografias de forma consistente, independentemente das condições de iluminação?".

"O que estávamos a tentar fazer era proporcionar uma experiência fotográfica inteligente e fácil de usar, construída com base numa compreensão profunda dos hábitos fotográficos dos utilizadores", refere Lei Lei,

"Todas as tecnologias de imagem IA nos smartphones Xiaomi são construídas para permitir aos utilizadores captar imagens e vídeos com um olhar cada vez mais próximo de si”, acrescenta.

Lei Lei descreve a sua abordagem como "Exploração Estética". Na Xiaomi, todos os engenheiros de imagem acreditam que a experiência do utilizador é impulsionada por "preferências estéticas" subjetivas.

Assim, a interpretação destas preferências estéticas tem sido uma das principais questões na ordem do dia. A resolução deste puzzle requer uma mistura complexa de engenharia de imagem, processamento de detalhes.

Em suma, luta-se pelo aperfeiçoamento de relações de contraste, equilíbrio de branco, e de aprendizagem de IA. Tudo isto para garantir que os utilizadores conseguem captar as imagens e vídeos exatamente da forma que os previram.

Sucesso de I&D vs. Elevada experiência do utilizador

Xiaomi

"Embora seja realmente gratificante ver as nossas inovações serem incorporadas em novos produtos, sempre que iniciamos um novo projeto, o que mais nos motiva não é o sucesso da I&D", observa Lei Lei, "

O que mais nos motivo é ver como as nossas tecnologias podem ajudar as pessoas a resolver problemas diários e a melhorar as suas vidas. Estou convencido de que este é um valor que todos os engenheiros de imagem da Xiaomi subscreverão".

Em 2018, a fotografia tornou-se uma das características mais procuradas nos smartphones, e os principais fabricantes começaram a direcionar uma grande parte dos seus recursos para a investigação fotográfica e vídeo.

Como marca líder da indústria, a Xiaomi contribuiu para esta tendência tecnológica ao introduzir no mercado de massas, produtos equipados com funcionalidades de fotografia e vídeo de ponta.

Estas funcionalidade incluem algumas das maiores lentes fotográficas para smartphone da indústria, bem como características inovadoras de Inteligência Artificial.

A importância da IA na fotografia computacional da Xiaomi

Xiaomi

Os algoritmos de IA da Xiaomi são concebidos e otimizados por produto, tendo sempre em conta as necessidades dos consumidores.

"A ideia de desenvolver características de fotografia computacional, incluindo o Modo Noturno, partiu da nossa simples observação de que as imagens tiradas em condições de pouca luz raramente satisfazem as expectativas de qualidade do utilizador. Algo que é exacerbado pelo facto de ser um cenário de fotografia bastante comum, como por exemplo, quando se sai à noite com amigos", afirma Lei Lei.

Xiaomi

O Modo Noturno foi desenvolvido com um objetivo claro. Permitir aos utilizadores captar imagens nítidas e claras, reduzindo simultaneamente o nível de ruído ao fotografar com um nível de luminosidade tão baixo como 0,1 Lux. Ou seja, aproximadamente igual a fotografar com apenas uma lua cheia como fonte de luz.

"Apontar alto e caminhar num território que quase nenhuma marca já explorou antes, foi um grande desafio para nós. Na altura, ninguém sabia quanto tempo levaria para chegarmos ao destino esperado. O que fizemos foi apenas continuar a avançar em direção ao nosso objetivo, não como indivíduos, mas como uma equipa, respeitando a ciência, estando abertos a novos conhecimentos, e encorajando-nos constantemente uns aos outros.".

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com