Xiaomi 12S Ultra falha assalto à liderança de melhor câmara num smartphone

Bruno Coelho
Comentar

O Xiaomi 12S Ultra é o smartphone com as câmaras mais arrojadas de sempre da fabricante chinesa. Os seus resultados impressionaram após as primeiras análises, e é o primeiro equipamento da marca fruto da parceria com a Leica, da qual usa lentes.

Conta com um sensor principal de 50 MP de 1 polegada. Este é acompanhado por uma ultrawide de 48 MP e uma telefoto equivalente a 120 mm de 48 MP. No entanto, não chegou para abalar a liderança das câmaras de smartphones da DxOMark.

Xiaomi 12S Ultra alcança 136 pontos no ranking de fotografia da DxOMark

Pontuação do Xiaomi 12S Ultra no ranking de fotografia da DxOMark
Pontuação do Xiaomi 12S Ultra no ranking de fotografia da DxOMark

O Xiaomi 12S Ultra alcançou uma pontuação respeitável de 136 pontos. No entanto, acaba por ficar atrás do “irmão” mais velho Xiaomi Mi 11 Ultra (141 pontos), e longe da liderança do Honor Magic4 Ultimate (147 pontos).

Pontos fortes da câmara do Xiaomi 12S Ultra

  • Boa exposição para paisagem, paisagem urbana e retrato, de luz brilhante a condições de luz muito baixa
  • Faixa dinâmica bastante ampla em foto e vídeo
  • Focagem automática fotográfica precisa em todas as condições de luz
  • Excelente compromisso entre retenção de textura e ruído de imagem
  • Renderização de cores interessante de fotos; os dois modos Leica fornecem diferentes renderizações de cores para fotos, mas no geral são semelhantes em termos de qualidade de imagem
  • Boa qualidade de imagem em zoom de longo alcance

Pontos fracos da câmara do Xiaomi 12S Ultra

  • Algumas instabilidades percetíveis de exposição e renderização HDR em várias cenas
  • Atraso do obturador zero em HDR ou pouca luz, com um atraso sistemático medido em mais de 0,3 segundos
  • Instabilidades de focagem e exposição ao usar a câmara telefoto
  • Ruído visível em cenas de alto contraste, mesmo em boas condições de iluminação
  • Efeitos ocasionais de baixo contraste e halo em cenas com luz de fundo, especialmente com tons de pele profundos ou verde-oliveira
  • Sem HDR na imagem pré-visualizada, que não corresponde à imagem capturada

O smartphone alcançou uma pontuação respeitável neste ranking. Mas tal como refere a DxOMark, mostra-se menos confiável na qualidade de imagem face a alguns concorrentes, como o iPhone 13 Pro. Mas o pormenor mais notório é que acaba por ficar atrás do Mi 11 Ultra, lançado pela marca em 2021.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Colabora com a 4gnews desde 2017, e faz parte da redação desde 2019. Come especificações ao pequeno-almoço. brunocoelho@4gnews.pt