Trump não convidou Facebook nem Twitter para reunião de redes sociais

António Guimarães
Comentar

Esta semana irá decorrer uma cimeira de redes sociais na Casa Branca, em Washington. Donald Trump irá reunir-se com vários representantes do mundo digital, contudo, duas grandes plataformas não foram convidadas: Facebook e Twitter.

Não é novidade que estas redes sociais não são as favoritas do Presidente dos Estados Unidos. Embora Trump utilize bastante o Twitter, o mesmo já afirmou várias vezes que essa rede social e o Facebook são politicamente tendenciosas.

O Presidente dos Estados Unidos declarou em junho que a gestão dessas redes sociais é composta por democratas e todo o conteúdo é orientado para esse lado da política. "Se eu me tornasse um democrata liberal, ganhava 5 vezes mais seguidores" - afirmou Trump.

Uma das controvérsias mais recentes foi do feriado 4 de julho

No dia antes do 4 de julho (celebração da independência dos Estados Unidos), Trump publicou no Twitter a referir o espetáculo em Washington a celebrar o feriado com uma parada de tanques e aviões.

Our July 4th Salute to America at the Lincoln Memorial is looking to be really big. It will be the show of a lifetime!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 3 de julho de 2019

Alguns utilizadores e celebridades ficaram indignados por causa dos custos associados à celebração. Foi criada inclusive, a etiqueta BoycottTrump4thOfJuly, numa tentativa de sabotar as festividades.

Trump é dos utilizadores de Twitter com mais seguidores

Considerando que é uma figura política, Donald Trump possui bastantes seguidores com cerca de 61 milhões, atualmente. Em comparação, Katy Perry é a utilizada com mais seguidores do Twitter, totalizando 108 milhões.

Há quem diga que o Twitter foi uma parte integral para a campanha de eleição de Trump. Certamente é uma ferramenta útil para o controverso Presidente dos Estados Unidos manter as pessoas a par dos últimos desenvolvimentos.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.