Smartphones: estas são as marcas favoritas na Europa em 2022

Rui Bacelar
Comentar

O mercado de smartphones na Europa está a perder terreno, muito em parte devido ao conflito armado na Ucrânia. Com efeito, segundo a agência de análise de mercado Canalys, este é o fator primário para justificar a queda no mercado europeu de smartphones.

Todavia, apesar da queda generalizada, certas fabricantes como a Apple e, sobretudo, a chinesa Realme tiveram um crescimento digno de nota durante o 1.º trimestre de 2022. Além disso, ficamos a saber quais são as marcas favoritas dos consumidores na Europa.

Este é o Top 5 no mercado de smartphones na Europa

Canalys

  1. Samsung: 35% de quota de mercado (-9%)
  2. Apple: 21% de quota de mercado (+1%)
  3. Xiaomi: 20% de quota de mercado (-22%)
  4. Realme: 5% de quota de mercado (+177%)
  5. OPPO: 4% de quota de mercado (-12%)
  6. Outras marcas: 15% de quota de mercado (-27%)

Em primeiro lugar continua a Samsung, a marca favorita dos consumidores europeus que, todavia, perdeu 9% de quota de mercado durante o 1.º trimestre. Logo em segundo lugar temos a Apple, com a tecnológica de Cupertino a conseguir crescer cerca de 1%.

Em terceiro lugar, a Xiaomi regista uma queda abrupta de 22% no volume de vendas no nosso continente. Todavia, é a Realme, a recordista digna de nota que se implementou firmemente na Europa durante os primeiros três meses do ano.

Aliás, o seu crescimento de 177% garante-lhe já 5% de quota de mercado, saltando à frente da sua casa mãe, a OPPO que ocupa agora o 5.º lugar com 4% de quota de mercado.

Todos os dados apresentados foram apresentados pela agência Canalys, apontando uma queda geral de 10% no mercado de smartphones na Europa durante o 1.º trimestre do ano.

Samsung lidera, seguida pela Apple, com Xiaomi em queda e ascensão da Realme

Canalys

Ainda que as posições no Top 5 na Europa permaneçam virtualmente inalteradas, com a Realme a OPPO a trocarem de lugar, certo é que todo o mercado sofreu com a atual conjetura sócio económica do continente. Ou seja, perante o conflito armado na Ucrânia e sem que a Rússia dê sinais de abrandar a agressão, a quebra registada no 1.º trimestre deverá manter-se no 2.º trimestre.

Mercado de smartphones na Europa contrai 10%, arrastado pela Rússia e Ucrânia

A exceção reside no crescimento notório da Realme, fabricante chinesa criada em 2018 pela OPPO. O seu foco são os telemóveis Android com ótima relação qualidade / preço, uma fórmula tirada do livro da Xiaomi, com provas dadas de sucesso.

#FT: Analysts at Canalys said the #smartphone market in Europe fell 10% in Q1 2022, with most of the decline due to Russian & Ukrainian shipments. The wider effect on inflation & consumer confidence meant a real test for the smartphone market. Read more: https://t.co/eFHrdZ01hh pic.twitter.com/Xm6WK5bRhN

— Canalys (@Canalys) 25 de maio de 2022

Atentando ainda no relatório da Canalys, devido ao conflito armado em curso foram registados vários constrangimentos no mercado de ambas as nações eslavas. Mais concretamente, na Rússia o mercado de smartphones caiu 31%, ao passo que na Ucrânia a queda foi de 51%.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com