Smartmi: marca de eletrodomésticos da Xiaomi chega a Portugal

Bruno Coelho
Comentar

Chama-se Smartmi, e é a marca de eletrodomésticos inteligentes que pertence ao ecossistema da Xiaomi. Esta semana entrou oficialmente no mercado português.

“Fabricante e designer de produtos únicos e elegantes, a Smartmi apresenta-se como a marca de eletrodomésticos de gama alta da Xiaomi e tem o objetivo de fornecer produtos que sejam simultaneamente bonitos e inteligentes, de excelente valor e fáceis de usar, melhorando o conforto e qualidade de vida do utilizador”, refere a marca em comunicado.

A Smartmi afirma estar “focada nas necessidades dos utilizadores” e pronta a “criar produtos inovadores”, tendo em conta não só a “experiência estética”, como o “design amigo do ambiente”.

Smartmi estreia-se em Portugal com cinco eletrodomésticos inteligentes

Os equipamentos da marca já receberam variados prémios, como os Red Dot Award e o iF Design Award. E com a entrada no mercado português, chegam cinco produtos como referência inicial. Estes vão estar disponíveis no site oficial da marca no nosso país, ainda a partir deste verão.

  • Smartmi Air Purifier: purificador inteligente de ar com uma tecnologia única e inovadora por controlo de gestos.
  • Smartmi Air Purifier P1: purificador inteligente de ar com um sensor de alta precisão.
  • Smartmi Evaporative Humidifier 2: humidificador inteligente para simulação natural da humidade.
  • Smartmi Standing Fan 2S: primeira ventoinha inteligente com bateria e até 100 velocidades configuráveis desde a aplicação.
  • Smartmi Standing Fan 3: ventoinha inteligente ionizante com bateria para eliminação de pó e ácaros.

xiaomi

Nos próximos meses será ampliado este catálogo, que certamente dará nova vida ao ecossistema da Xiaomi junto dos consumidores portugueses. A distribuição, garantia e pós-venda fica a cargo da SPC.

Já é possível consultar o site oficial da Smartmi em Portugal em www.mismartmi.pt.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.