SEAT Ibiza elétrico? Algo parecido com preço apelativo para competir com o Tesla Model 3

Filipe Alves
6 comentários

A SEAT é uma das empresas com um bom destaque em Portugal. São muitos os carros da marca que vemos na estrada e o trabalho que tem vindo a fazer é de louvar.

Numa altura em que os carros elétricos são mais requisitados que nunca, e com o sucesso do Model 3 da Tesla, eis que a SEAT tem mais uma carta na manga do que o seu recentemente apresentado "el-Born".

Seat El-born

Seat "Ibiza" elétrico por 20 mil euros

De acordo com as informações, a SEAT está a trabalhar num modelo que terá as linhas e ideologias dos seus modelos Ibiza, contudo, sem a necessidade de combustível fóssil. O carro, segundo as informações, terá um valor a rondar os 20 mil euros.

O CEO da marca já referiu que a fabricante está a trabalhar num automóvel elétrico mais pequeno que o "el-Born", automóvel que podes ver na fotografia e vídeo acima.

A concorrência do Tesla Model 3

Os carros elétricos tem menos concorrência que os a combustível fóssil, porém, não há fabricante que construa um carro elétrico e não olhe para os Tesla. Mais concretamente para o Tesla Model 3 que já é um dos mais vendidos da marca e o carro elétrico mais vendido em Portugal.

A Tesla conseguiu fazer um carro apelativo a nível de design com funcionalidades que nem carros a gasolina oferecem. Qualquer Tesla é, neste momento, o apogeu da tecnologia. Não só tecnologia automóvel mas também em funcionalidades como o piloto automático.

Esperemos que a SEAT consiga fazer algo idêntico. Infelizmente não podemos pedir muito por 20 mil euros no setor elétrico, contudo, a empresa já nos mostrou que consegue surpreender. Quero acreditar que este será um desses momentos.

Principais vantagens de um carro elétrico

  • O ambiente agradece com menos emissões de carbono
  • Condução mais silenciosa
  • Bom poder de arranque na maior parte dos casos
  • Menos gastos em manutenção

Potenciais desvantagens de um carro elétrico

  • Poucos locais de carregamento (vai melhorando)
  • Demora no carregamento
  • Pouca autonomia (na maior parte dos casos)
  • Condução silenciosa pode ser uma desvantagem
  • Troca de bateria (pode ser necessário entre 3 a 10 anos)
  • Preço geralmente mais alto

Editores 4gnews recomendam:

6 comentários
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.