Tesla: preço do AutoPilot vai aumentar 1,000 dólares já em novembro, revela Elon Musk

Vitor Urbano
Comentar

O CEO da Tesla, Elon Musk, tem estado muito ocupado na sua conta do Twitter, onde tem discutido os planos da fabricante para o desenvolvimento da funcionalidade de condução autónoma. No entanto, acabou por revelar que o preço do AutoPilot irá aumentar substancialmente dentro de algumas semanas.

Num dos seus tweets, Musk revelou que a partir de 1 de novembro o preço do AutoPilot irá aumentar 1,000 dólares, o que provavelmente irá representar cerca de mil euros na Europa. Este aumento de preço chega pouco tempo depois da marca lançar a nova atualização Tesla V10.

Now that Tesla V10.0 with Smart Summon is out, Full Self-Driving price will increase by $1000 on Nov 1

— Elon Musk (@elonmusk) 12 de outubro de 2019

Funcionalidades de condução autónoma vão continuar a fazer subir o preço do AutoPilot

Com a introdução da já popular/polémica funcionalidade Smart Summon, os carros da Tesla passaram a ser consideravelmente mais autónomos. Muito provavelmente, foi o avanço nesta tecnologia que acabou por resultar no aumento de preço para este "pacote inteligente".

Ainda que os carros da Tesla não tenham ainda a capacidade para se apresentarem como verdadeiros carros autónomos, Elon Musk continua confiante que isso irá acontecer durante os próximos anos.

Por isso, é quase certo que o preço deste extra irá continuar a aumentar conforme forem implementadas mais inovações. Resta-nos esperar para ver se, Elon Musk irá decidir um limite para o preço do pacote "Full Self Driving".

When the car is FSD without supervision, ie robotaxi, you’ll be able to earn far more than monthly lease/loan cost by allowing others to use it. Managing a small fleet of robotaxis will be a career for many & much better than driving a single car.

— Elon Musk (@elonmusk) 12 de outubro de 2019

Elon Musk continua a sonhar com a criação de uma rede de táxis autónomos da Tesla

Já há muito que ouvimos falar no desenvolvimento da Tesla Network, uma rede robotaxis totalmente autónomos. Esse é o grande objetivo do CEO da Tesla, que já revelou que eventualmente irão deixar de focar-se na venda de carros ao consumidor privado.

Em vez disso, pretende focar-se na sua rede de táxis autónomos para que os clientes da marca possam ser parte integrante e tirar proveito de todos os benefícios.

Próximo passo para possibilitar a condução autónoma nas cidades será o reconhecimento de sinais de trânsito e semáforos. Atualmente, o sistema da Tesla consegue distinguir sinais de trânsito, mas a sua leitura dos mesmos não é eficiente o suficiente para garantir uma condução autónoma. Além disso, não foi ainda implementada a funcionalidade que permite interpretar semáforos.

No entanto, um grupo de hackers já conseguiu implementar algumas alterações no software da Tesla, para que o carro fosse capaz de interpretar e reagir aos semáforos. Por isso, não deverá demorar muito tempo até que a Tesla possa implementar este tipo de funcionalidade.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.