Samsung Galaxy Fold: eis as mudanças que foram feitas ao smartphone dobrável

Filipe Alves
Comentar

A Samsung está finalmente pronta para lançar o seu smartphone dobrável, Galaxy Fold, para o mercado. Os rumores referem que a marca melhorou pequenos pormenores que farão do Samsung Galaxy Fold mais capaz do que quando foi lançado.

Lembro que a Samsung foi obrigada a parar o fabrico do seu primeiro smartphone dobrável pela falta de qualidade do produto. Os ecrãs estavam a partir assim que uma película (que não era suposto sair) ser retirada.

Mudanças no hardware do Samsung Galaxy Fold

1- Película do ecrã que não pode ser removida é escondida

Ecrã do Samsung Galaxy Fold 3

Inicialmente a Samsung trouxe-nos uma película que a maior parte dos utilizadores acreditava que era removível. Isto porque tinha um típico aspeto de película de ecrã. Ou seja, um plástico que não chega à extremidade do smartphone.

Pois bem, a Samsung decidiu aumentar o tamanho desta película e esconder as margens dentro do smartphone. Mesmo para que o utilizador não tenha a tentação.

2- Aumento da curvatura em metal traseira

Samsung Galaxy Fold

Esta melhoria faz com que o smartphone seja mais rígido atrás do ecrã. Dessa forma, não só o ecrã fica mais seguro como as "dobras" no dispositivo não forçarão demasiado o display dobrável

3- Redução da "falha" no centro do smartphone

Samsung Galaxy Fold

Uma das preocupações é que o Samsung Galaxy Fold tivesse problemas no futuro com a entrada de partículas e poeiras no seu interior devido ao design frontal. Assim sendo, a Samsung melhorou esta pequena abertura deixando o ecrã mais protegido.

Quando chegará o Samsung Galaxy Fold

Os rumores referem que em setembro o novo equipamento da marca asiática já estará no mercado. Porém, ainda nada é garantido. Já ouvimos histórias demais sobre o Galaxy Fold e para garantias só mesmo a palavra oficial da Samsung que ainda não foi referida.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.