OnePlus Watch não usa Wear OS e a razão para tal não podia ser mais óbvia

Carlos Oliveira
Comentar

O OnePlus Watch marca a entrada da empresa no mercado dos smartwatches. Embora alguns rumores chegassem a apontar para o uso do Wear OS como sistema operativo, a marca chinesa optou por deixar esse software de parte.

No momento da apresentação deste smartwatch, a empresa não explicou porque optou por um sistema operativo próprio. A resposta, no entanto, chega agora pelo responsável máximo pelo desenvolvimento deste gadget.

OnePlus Watch não usa Wear OS para potenciar a sua autonomia

Sem surpresa para os conhecedores deste mercado, foi a autonomia do OnePlus Watch que motivou a empresa a não usar o Wear OS. A marca prefere oferecer uma autonomia de longa duração do que um sistema operativo com maior suporte ou a inclusão da Assistente Google.

OnePlus Watch

Na introdução feita à mais recente sessão de Perguntas e Repostas da OnePlus, é referido que muitos deixam de usar o seu smartwatch porque este só oferece autonomia para um dia. Este era um cenário com o qual a empresa não conseguiria conviver, daí que tenham decidido usar um sistema operativo diferente.

A escolha recaiu assim sobre o RTOS que, embora praticamente desconhecido, é mais amigo da bateria do OnePlus Watch. Com este software, a marca tem ainda maior controlo sobre o desempenho do seu relógio inteligente.

OnePlus Watch vem equipado com três processadores

Por falar em desempenho, algo que ficou por esclarecer na apresentação do OnePlus Watch foi o processador que utiliza. Esse mistério foi agora desvendado pela marca e traz-nos uma solução bastante interessante.

Todo o processamento do OnePlus Watch é feito por um conjunto de três processadores: ST32, Apollo 3 e Cypress. O primeiro é responsável pelas tarefas mais exigentes e por garantir a fluidez do seu ecrã.

Já o Apollo 3 é um chip de processamento de baixo consumo responsável pelos vários sensores que equipam o OnePlus Watch. É este que garante que quando iniciares uma atividade física, o smartwatch consiga iniciar automaticamente a sua monitorização com todo o rigor.

Por fim temos o Cypress, um chip de comunicação profissional que garante que o OnePlus Watch consiga realizar chamadas. É ainda responsável pela reprodução de música por Bluetooth diretamente para os teus auriculares sem fios.

Always-On Display não está descartado

A OnePlus aproveitou ainda a ocasião para esclarecer a ausência do alway-on display no seu smartwatch. Esta funcionalidade não incorpora o OnePlus Watch pelas mesmas razões que levaram a marca a não optar pelo Wear OS: a autonomia.

De acordo com os seus números, a funcionalidade de ecrã sempre ligado pode drenar até 50% mais de energia da bateria do dispositivo. Todavia, a marca mostra-se recetiva a implementar esta funcionalidade com uma atualização, caso esse seja o desejo dos seus utilizadores.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.