iPhone 15: preços iniciais podem ser mais elevados do que se esperava

Mónica Marques
Comentar

A era dos processadores baseados em 3 nm já começou oficialmente na fase de produção. Tanto a Samsung como a TSMC já iniciaram o fabrico deste tipo de processadores.

A TSMC conseguirá inclusive fornecer chips 3 nm à Apple para a próxima série iPhone 15. Mas os custos de produção destes processadores vão refletir-se no preço final do smartphone da Apple que vai chegar mais caro do que se pensava.

Chip de 3 nm pode tornar o iPhone 15 mais caro

iPhone 14 Pro Max
Alguns modelos do iPhone 15 devem já chegar equipados com processadores baseados no processo de 3 nm Crédito@Apple

A Apple nunca teve smartphones considerados baratos e a última geração 14 lançada é um reflexo dessa estratégia com o modelo base a ter um preço que começa nos 1.039 euros. Mas, de acordo com os últimos rumores, a série iPhone 15 pode chegar com preços iniciais mais elevados do que se esperava.

A razão para isso acontecer fica a dever-se aos novos processadores baseados no processo de 3 nm que começaram já a ser produzidos em escala pela Samsung e TSMC. Esta última é a fornecedora da Apple e vai conseguir entregar estes novos chips à empresa de Cupertino a tempo da produção em massa da nova série iPhone 15.

Se avaliarmos apenas pela parte técnica, estas são ótimas notícias para os utilizadores do smartphone Apple. Recorde-se que quanto menor for o número de nó do processo, mais transístores vão estar no chip que será mais poderoso em desempenho e mais eficiente a nível energético.

Mas as boas novas têm um sabor agridoce. Tudo porque o processo de fabrico dos novos chips de 3 nm vai aumentar substancialmente. Para efeitos de comparação, os preços vão duplicar do processo de 7 nm para 3 nm.

Como não podia deixar de acontecer, este aumento dos custos vai refletir-se diretamente no preço final de venda ao público do iPhone 15 que vai chegar com um custo inicial mais elevado do que se esperava.

Infelizmente, a esta distância do lançamento, não é ainda possível avançar com a previsão de um valor em concreto, mas os adeptos da Apple devem ir já amadurecendo a ideia na sua cabeça, visto que será algo inevitável.

Em 2023, teremos então a chegada ao mercado dos processadores baseados no processo de 3 nm. Sabe-se já que tanto a Samsung como a TSMC têm planos para que os chips de 2 nm cheguem em 2025 e melhor os chips baseados no processo de 1 nm podem mesmo chegar em 2030.

Mas claro quanto maior for o avanço técnico, maior é o custo da sua produção e mais caros serão os smartphones equipados com estes novos processadores.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt