Este é o Huawei P10! É com alegria que vejo que a Huawei tem vindo a crescer no mundo mobile português e mundial. Já desde o Huawei P8 que venho a acompanhar em pormenor os topos de gama (flagships) da marca chinesa.

Se voltarmos o tempo atrás verás que os títulos das minhas antigas reviews mostraram o estado de espírito face ao smartphone. Em 2015 escrevi “Huawei P8 Review – Está quase lá” em 2016 lancei “Huawei P9 Review | Merece todo o nosso respeito!” e este ano simplesmente me fico pelo “Este é o Huawei P10“.

Isto porque a Huawei mostrou que, finalmente, está pronta a olhar a concorrência de frente com este topo de gama (flagship) Huawei P10. O P10 é a natural evolução, é a pormenorização de um produto que “mereceu o meu respeito”.
O Huawei P10 não é um smartphone perfeito (se é que alguma vez existirá um equipamento perfeito) e ainda é muito cedo para dizer se ele será o melhor de 2017. A verdade é que tem potencialidade para se destacar neste mercado cada vez mais competitivo. Eis o porquê:

Referi por várias vezes no ano passado que utilizei o Huawei P9 como o meu smartphone diário, aliás, escrevi um artigo que referiu a minha troca do Samsung Galaxy S7 pelo Huawei P9 e havia uma razão para tal, a Huawei criou um smartphone que realmente gostei.

Design e Qualidade de Construção

O novo Huawei dá-nos uma linha de continuidade com o Huawei P9, reforçando, contudo, alguns aspetos cruciais. O flagship da marca fugiu dos cantos bicudos e agressivos. Temos aqui um design mais arredondado, sofisticado e elegante. O P10 é um smartphone que encaixa bem na mão, conta com excelente ergonomia e um feeling (sensação) de qualidade.

Embora as linhas tenham mudado, um pouco, a ideologia continua a mesma do Huawei P9 ou mesmo P8. Temos na parte superior traseira uma tira (faixa) de vidro onde se encontram os dois sensores Leica. Câmaras que, honestamente, me surpreenderam positivamente.

Finalmente o leitor de impressões digitais passou para a parte frontal do dispositivo. Eu sei, eu sei… Muitos de vocês preferem o leitor na parte traseira, contudo, pessoalmente darei um obrigado à Huawei por esta mudança. O leitor de impressões digitais é rápido e eficiente, aliás, é o mais rápido e o mais eficiente que já testemunhei.

Performance e User Interface (UI)

Quando falamos de performance (desempenho) num smartphone topo de gama temos de ser concretos e rigorosos. Já nos passaram centenas de smartphones pelas mãos para review (análise), mas temos uma análise mais profunda à sua performance quando o equipamento se trata de um smartphone topo de linha.

O Huawei P10 passou pelo inferno nas minhas mãos! Tudo o que havia para instalar foi instalado, tudo o que havia para abrir foi aberto e tudo que exigia mais do smartphone era bem-vindo. Neste aspecto, o P10 passa com distinção.

O equipamento nunca se sentiu “cansado” ou com problemas de fazer o que quer que lhe solicitasse. A rapidez não é questionável e a sua qualidade de performance é de louvar e pode perfeitamente ser comparada de forma direta com qualquer outro flagship no mercado.

As suas especificações num vislumbre:

  • Ecrã de 5.1″ polegadas IPS LCD
  • Resolução FullHD 1920 x 1080p
  • Processador HiSilicon Kirin 960
  • 4GB de memória RAM
  • 32GB/64GB de armazenamento interno
  • MicroSD com mais 256GB
  • Bateria de 3200 mAh
  • Android 7.0 Nougat
  • Câmaras LEICA 12MP RGB e 20MP monocromática
  • Câmara frontal de 8MP

O User Interface é o EMUI (Emotion UI). Aqui há pessoas que adoram outras que nem tanto. Embora controverso, este User Interface (UI) é certamente um dos mais simples num smartphone Android. Tem óbvias semelhanças com iOS da Apple, contudo, o toque de liberdade de Android torna-o bem agradável para utilização.

Pessoalmente, depois da utilização do Google Pixel, tenho vindo a utilizar Nova Launcher nos smartphones de teste. A salientar que o P10 continuo com uma performance inacreditável mesmo com o launcher em utilização.

Ecrã

O ecrã é certamente um dos pontos mais importantes de um smartphone, não fosse este o local principal de interação com o dispositivo. Neste sector o P10 podia ser melhor. No caso da 4gnews, nós testamos e avaliámos o smartphone que temos nas mãos. Isto para dizer que até pode ser problema do meu equipamento, contudo, é algo que deve ser referenciado.

O flagship da Huawei dá-nos um bom haptic feedback e as cores são atrativas. Temos de ter em conta que este é um ecrã IPS, isto é, as cores nunca serão tão saturadas quanto um AMOLED. Mas a Huawei puxou demasiado pelas cores sendo ele um IPS. Temos um bom contraste, mas isto faz com que os brancos fiquem brilhantes demais e às vezes retire a atenção das outras cores.

Ainda a apontar é a falta de revestimento (ou tratamento) oleofóbico, pelo menos no meu equipamento. É aqui que temos de tomar em atenção. Se tiveres a oportunidade de ver a review em vídeo acima, conseguirás ver que o ecrã do smartphone sujo e fica gorduroso muito facilmente. Isto acontece que porque por algum motivo o revestimento oleofóbico não está bem aplicado, ou aplicado de todo.

Como o smartphone vem originalmente com uma película de proteção de ecrã, insisto para procurares reviews, onde os intervenientes se deram ao trabalho de retirar a película e perceber se o ecrã risca ou não facilmente.

Ao expôr a situação à Huawei, foi-me referido que não detectaram qualquer problema, ou seja, pode perfeitamente ser um problema do meu equipamento e como ainda não há muitos na rua não há forma de o saber até eles sairem para o mercado de forma oficial.

Câmaras: Fotografia e Vídeo

Se o ecrã me deixou um pouco cabisbaixo a câmara rapidamente me alegrou. O Huawei P10 tem, sem margem para dúvida, uma das melhores câmaras principais num smartphone. Depois de testar o Google Pixel, Galaxy S7 ou mesmo iPhone 7 e 7 Plus, posso admitir que este Huawei P10 merece um destaque no meio deles todos.

commercial photography locations

Vê a galeria de fotografias aqui alojada no Google Photos

A dual-câmara de 20MP RGB e 12MP monocromática (preto e branco) faz um trabalho invejável na maior parte das situações. Mas a existência da característica de “efeito Bokeh” deixou-me apaixonado pelo Huawei P10, tal como o fez com o P9. É simples e rápido fazer de uma fotografia normal algo mais “profissional”. A ideia de “desfocado” faz mil e uma maravilhas.

A câmara frontal é também bastante aceitável. Embora em fotografias à noite não se destaque tanto como a câmara traseira, continua a ser uma qualidade acima da média.

Algo que me fascinou, para além das vastas opções manuais, é que não precisas de perceber muito para tirar uma boa fotografia. ativas o símbolo de “bokeh” e está feito!

Autonomia

A Huawei deu-nos uma bateria de 3200 mAh neste novo smartphone, mais 200 mAh do que o antecessor e ainda bem que o fez! O P10 oferece uma autonomia para um dia de utilização na maior parte dos casos.

Se utilizares de forma moderada conseguirás facilmente esticar a bateria para um dia e meio sem problemas. De apontar ainda que o carregamento é tão rápido que mesmo que fiques sem bateria, precisarás apenas de 20 minutos para te levar para mais um dia de bateria com utilização moderada.

Extras

Há extras, ou características que gostava de falar neste Huawei P10, contudo, a Huawei preferiu lança-las apenas no modelo Plus.

O Huawei P10 merecia algumas características do Plus

O P10 não conta com um resistência à água, nem tem colunas stereo, algo que começo a achar obrigatório num flagship. Critiquei a Google por não o fazer no Google Pixel e a Huawei será posta no mesmo pedestal.

Alerto para certos aspectos que temos de ter em atenção. A deteção de GPS é de excelente (velocidade e precisão) e a qualidade de chamada é perfeita tanto de um lado da linha como do outro, com claridade e volume nas vozes.

Conclusão

Em suma… Este é o Huawei P10!

Um smartphone com qualidade, um dispositivo que merece a tua atenção e, quem sabe, até o teu investimento. O terminal pode ter alguns aspectos a melhorar, contudo, é um smartphone que fará frente a qualquer outro flagship (topo de gama) lançado este ano. O Huawei P10 é sem dúvida merecedor do nosso selo de “aprovação 4gnews”.

Outras reviews a não perder:

Google Pixel Review Português | Bem mais do que apenas um Android

Apple iPhone 7 Plus Review Português | O gigante da Apple

Apple iPhone 7 Review Português | Um passo não tão surpreendente

REVIEW GERAL
Design
9
Qualidade de Construção
9
Performance
9
Ecrã
7.5
Interface
8
Câmara
9
Autonomia
9
Qualidade/Preço
8.5
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.