Huawei com uma novidade que vai ser muito útil para um grupo específico de utilizadores

Mónica Marques
Comentar

Desde que foi alvo de sanções que a Huawei tem vindo a diversificar o seu portfólio de equipamentos e agora pode estar a preparar novidades que vão diversificar ainda mais a sua área de negócio.

Segundo informações agora reveladas, a marca chinesa pode estar a desenvolver um novo wearable que tem como objetivo ajudar o grupo bastante específico de utilizadores invisuais na sua rotina diária.

Novo wearable vai mapear ambiente onde o utilizador se encontra através de tecnologia ultrassónica

A Huawei tem vindo a explorar novas áreas de negócio, desde que foi alvo de várias sanções norte-americanas que têm afetado as receitas da empresa. Agora uma nova informação descoberta num banco de patentes levanta o véu sobre uma possível novidade em que a marca chinesa está a trabalhar.

Segundo as informações agora divulgadas, foi publicado no início deste mês, um pedido de uma nova patente para a Huawei que assenta em "tecnologia wearable de navegação cega". De acordo com a documentação agora revelada, trata-se de um equipamento vestível que vai ajudar os utilizadores invisuais a circularem pelo ambiente que os rodeia.

Ainda segundo a mesmas documentação, o equipamento vai incluir sensores ultrassónicos que vão emitir sinais em todas as direções; esses mesmos sinais vão ser refletidos para o novo wearable para que este os interprete e faça um mapa de todo o ambiente circundante.

Todo o processo é autónomo e automático e, por essa razão, vai ajudar bastante este grupo específico de utilizadores no seu dia a dia, especialmente em ambientes desconhecidos.

Infelizmente, pela documentação do pedido de patente não é possível saber se o novo equipamentos assumirá a forma de um smartwatch ou auscultadores sem fios.

Vendas globais de smartphones Huawei caem 81,6% em 2021

O smartphone dobrável P50 Pocket foi um dos últimos lançamentos da Huawei

Entretanto, outras notícias relacionadas com a Huawei dão conta de que as vendas globais dos smartphones da marca sofreram uma queda de 81,6% em 2021, comparativamente com o ano de 2020.

De acordo com a empresa Omdia, a Huawei vendeu menos 35 milhões de unidades em 2021, em relação ao ano anterior. Tal significa que em 2021, a Huawei deteve apenas 3% de quota de mercado global.

A descida de uns é a subida outros e a Honor, antiga marca Huawei, conseguiu vender cerca de 40 milhões de smartphones, ficando em oitavo lugar no ranking global de vendas.

De resto, a Samsung mantém a liderança com a venda de 271,5 milhões de unidades, a nível global enquanto que a Apple estabeleceu-se em segundo lugar com 236,2 milhões de unidades vendidas em todo o mundo.

Editores 4gnews recomendam:

  • Asus lança laptop de jogos ROG Magic 16 com preço mais acessível e com especificações interessantes
  • Protótipo do Tesla Cybertruck visto em imagens de drone (vídeo)
  • Motorola: topo de gama Edge 30 Pro chega a 24 de fevereiro
Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.