htc_onem10

Ao contrário daquilo que muitos esperariam, a HTC decidiu saltar a MWC e apresentar o seu novo HTC One M10 apenas em março, com um evento dedicado. O principal motivo, avançado na altura, seria uma mudança total na construção deste novo equipamento, no entanto surgiram já informações de que o HTC One M10 terá em design semelhante ao controverso HTC One M9.

Será essa uma boa jogada? Sinceramente acho que, a confirmar-se, será um passo um tanto quanto arriscado para a HTC. Mas não é isso que me traz até aqui e portanto há que passar ao que realmente interessa.

   

Depois dos rumores que equacionam a utilização de dois processadores no desenvolvimento deste novo equipamento, eis que surge o primeiro grande leak sobre as possíveis especificações a serem utilizadas no novo HTC One M10. O sujeito do costume, ou seja Evan Blass, recorreu ao site VentureBeat para dar a conhecer ao mundo as suas mais recentes descobertas.

concept de um HTC One M10
concept de um HTC One M10

Assim sendo, o novo HTC One M10 deverá incluir um processador Snapdragon 820, ecrã AMOLED de 5.1 polegadas 2560 x 1440, 4GB de RAM e 32GB de armazenamento interno, dois quais apenas 23GB estarão efetivamente à nossa disposição. Para compensar, será incluído um slot para microSD, de forma a poderes aumentar o espaço disponível para guardares as tuas fotos e músicas.

No campo fotográfico, é esperado que a HTC retorne à tecnologia UltraPixel, colocando assim um sensor de 12UP na parte traseira do equipamento. Este será apoiado por um laser de focagem automática e ainda estabilização óptica de imagem. Já na parte frontal, apesar de não ter sido divulgada qualquer resolução, é avançado que a dita câmara venha a incluir também OIS.

Em outros pormenores é ainda dito que o HTC One M10 incluíra um sensor de impressões digitais na parte frontal, camuflado num botão home físico, tal como já foi utilizado no HTC One A9. O habitual par de colunas frontais Boomsound não fará parte deste novo equipamento e o software utilizado será a Sense UI 8, com base no Android 6.0.1 Marshmallow.

Todas estas especificações, embora nada mais do que apenas rumores, são efetivamente plausíveis de utilização num equipamento a ser lançado no decorrer deste ano. Não nos é apresentada nenhuma evolução fora do normal, mas neste momento isso parece ser um pouco complicado de se concretizar.

Talvez queiras ver:

Viagsmarena
FonteVentureBeat
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.