França multou a Apple com um valor inacreditável! Entende a razão

António Guimarães
1 comentário

A França voltou a aplicar uma multa à Apple, com as habituais acusações de práticas anticoncorrência. Desta vez, a multa atingiu 1,1 mil milhões de euros, o valor mais alto que a França alguma vez aplicou em multas deste género.

A autoridade competente francesa (Autorité de la Concurrence) acusou a Apple e dois parceiros retalhistas. As acusações centram-se no facto da Apple não respeitar os acordos de retalho, restringindo o mercado e abusando da dependência económica dos retalhistas.

Mais especificamente, os parceiros da Apple, Ingram Micro e Tech Data, entraram em acordo para não competir em preços de produtos. Desta forma, evitam que os preços dos iPhones baixem. Desta forma, a Apple e as lojas mencionadas foram acusadas de controlar preços de forma ilegítima.

A Ingram Micro e Tech Data foram multados separadamente, em valores de 76 milhões de euros e 63 milhões de euros, respetivamente. A luta da França (e a própria União Europeia) contra a Apple, Google e Facebook assim continua, onde as práticas ilegais continuam a ser expostas.

Apple utiliza sistemas de monitorização de preços

De acordo com a autoridade francesa, a Apple tem o hábito de monitorizar preços que os retalhistas fazem. Caso algum faça uma promoção não autorizada pela Apple, a empresa responde ao favorecer as lojas concorrentes, prejudicando o retalhista original.

Parece ser uma medida bastante extrema para "punir" retalhistas que façam promoções sem autorização. Um aviso ou uma sanção podiam ser suficientes para impedir as lojas de baixar os preços. No geral, toda esta situação é causada pela Apple e o seu alegado mau tratamento dos retalhistas.

Editores 4gnews recomendam:

  • Xiaomi mostra como se faz e encerra todas as suas lojas em Portugal!
  • Estás entusiasmado para o Xiaomi Pocophone F2? Vais ficar triste com esta novidade
  • Huawei P40: todas as cores reveladas antes do lançamento!
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.