Disney+ aproxima-se de Netflix e mercado de streaming corre risco de ficar saturado

Mónica Marques
Comentar

No último trimestre, a Disney+ teve um aumento significativo de novos subscritores e está a aproximar-se da líder do segmento de streaming Netflix.

Mas os bons resultados da Disney podem indicar que o mercado de streaming corre o grave risco de ficar saturado.

Disney+ consegue atrair mais 11,8 milhões de assinantes

Disney+

A Disney+ está a aproximar-se da sua rival Netflix e a encurtar a distância que separa ambas as plataformas no que diz respeito ao número de utilizadores. De acordo com a agência de notícias Reuters, nos últimos tempos a Disney+ conseguiu adicionar 11,8 milhões de assinantes.

Alguns analistas avançam que o sucesso da plataforma de streaming da Disney pode ficar a dever-se ao facto de a Disney+ estar associada em ESPN+ e ao serviço Hulu Live.

O analista Michael Nathanson, da Moffett Nathanson, especifica mais, adiantando que dois milhões de subscritores assinaram o pacote que integrava o Hulu Live e que outros 2,6 milhões de assinantes chegaram através do pacote Disney+ Hotstar, que consegue gerar um milhão de dólares de receita mensal por utilizador.

Por sua vez, o direto de investimentos da AJ Bell, Russ Mould, afirma que "a Disney pode ter espaço para crescer na frente de assinaturas de streaming, mas em algum momento atingirá o ponto de saturação".

Sophie Lund-Yates, analista da Hargreaves Lansdown, reforça a ideia anterior explicando que a Disney pode defender a sua posição neste segmento de mercado, mas que esta não será uma tarefa fácil, mesmo para uma empresa como a Disney que é detentora de múltiplos sucessos, na área de entretenimento.

Disney+ com 129,8 milhões de subscritores e Netflix com mais de 200 milhões

Netflix

Ainda que esteja a aproximar-se da rival Netflix, a plataforma Disney+ regista ainda uma distância significativa, no que respeita a número de assinantes. Segundo a Reuters, a Disney contava com 129,8 milhões de subscritores no ano passado enquanto que a Netflix registava um total de 222 milhões de assinaturas pagas.

Mas parece que a Disney+ prepara já uma fórmula para lidar com possibilidade séria de mercado saturado. Os executivos da empresa já declararam publicamente que vão concentrar esforços na produção de conteúdo local.

Esta estratégia não é uma novidade no mercado de streaming, uma vez que a Netflix também optou pela mesmo caminho, conseguindo atrair um número significativo de assinantes como séries como "Squid Game" e "Lupin".

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.