Amazfit quer trazer funcionalidade de eletrocardiograma aos seus smartwatches

Carlos Oliveira
Comentar

A Amazfit, antiga parceira da Xiaomi no desenvolvimento de wearables, anunciou a intenção de dotar os seus produtos com mais funcionalidades de saúde. Futuros smartwatches da marca chegarão ao mercado com funcionalidade ECG e medição de pressão sanguínea.

Esta informação foi dada pelo COO da Zeep Health, Mike Yeung, numa entrevista concedida recentemente à Wareable. Aí, o executivo afirmou estar já em contacto com entidades ligadas ao ramo para o desenvolvimento de algoritmos proprietários.

Uma das suas parceiras para que seja possível realizar eletrocardiograma nos seus gadgets é a AliveCor. Esta é a mesma empresa que ajudou a implementar a funcionalidade ECG no Apple Watch.

Amazfit GTR 2

EUA estará na primeira fila para receber esta funcionalidade

Na entrevista concedida por Mike Yeung, este admitiu estar já em contactos com a FDA para a aprovação desta tecnologia nos EUA. Esta aprovação será preponderante para que a tecnologia possa ser comercializada naquele mercado.

Relativamente a outros mercados, o executivo não adiantou com mais informações. Resta-nos esperar por mais revelações, mas uma vez implantada a tecnologia nos EUA é provável que outros mercados também a venham a receber.

Além da possibilidade de realizar eletrocardiogramas e medir a pressão sanguínea, a Amazfit quer introduzir a medição dos níveis de glucose no sangue. Esta funcionalidade, ideal para diabéticos, será uma das apostas para o futuro de marcas como a Apple ou Samsung.

Amazfit quer aproximar-se da Apple e Samsung no mercado wearable

A Apple e a Samsung são duas das mais influentes empresas no mercado de dispositivos wearables. Ambas já proporcionam aos seus utilizadores funcionalidades como eletrocardiograma nos seus dispositivos.

Com a inclusão destas funcionalidades também nos dispositivos da Amazfit, a empresa irá aproximar-se ainda mais das suas grandes rivais. Será igualmente intenção da empresa chinesa roubar clientes a esses grandes nomes ao oferecer as mesmas possibilidades, mas com um preço mais vantajoso.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.