Os 10 carros elétricos mais vendidos em Portugal em 2018

Filipe Alves

Os carros elétricos são mais procurados que nunca. Ainda que existam desvantagens em ter um carro destes, o quotidiano das pessoas, na maior parte das vezes, não é levado para longas viagens. Por isso é que poupar em combustível e ter um carro "amigo do ambiente" são cada vez mais opções viáveis para os portugueses.

De acordo com as informações, foram vendidos em 2018 4073 carros elétricos em Portugal. Embora seja um número relativamente baixo, temos de ter em consideração que em 2017 foram vendidos apenas 1640. Ou seja, o crescimento é considerável para o nosso pequeno país.

Os carros elétricos mais vendidos em Portugal

Jaguar I-Pace – 23 unidades vendidas

Volkswagen e-Golf – 55 unidades vendidas

Hyundai Ioniq – 74 unidades vendidas

Kia Soul EV – 79 unidades vendidas

Smart EQ forfour – 126 unidades vendidas

Citroën C-Zero – 159 unidades vendidas

Smart EQ fortwo – 220 unidades vendidas

BMW i3 – 363 unidades vendidas

Renault Zoe – 1305 unidades vendidas

Nissan Leaf – 1593 unidades vendidas

Quais as vantagens de um carro elétrico?

  • A tua carteira agradece
  • O ambiente agradece
  • Condução silenciosa
  • Bom poder de arranque na maior parte dos casos
  • Menor manutenção

Desvantagens de um carro elétrico

  • Poucos locais de carregamento
  • Demora no carregamento
  • Pouca autonomia (na maior parte dos casos)
  • Condução silenciosa pode ser uma desvantagem
  • Troca de bateria (pode ser necessário entre 3 a 10 anos)
  • Preço alto

Se estás a ler este artigo tens tanta curiosidade com os carros elétricos quanto eu. Ando há procura de um novo carro e um carro elétrico está numa das minhas possíveis compras. Porém, tal como muitos de vocês, questiono-me face as desvantagens dos carros face as vantagens.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.