Marketplace: tudo o que precisas de saber para usar em Portugal

Rui Bacelar

O marketplace é uma plataforma em linha (online) onde qualquer pessoa pode vender os seus produtos ou serviços. É similar a uma loja online, com vantagens e desvantagens, funcionando como intermediário entre o vendedor e comprador.

Em Portugal temos vários mercados como o Marketplace Facebook, bem como o OLX Marketplace que permitem a compra e venda segura e rápida, seja através do website, ou da app dedicada, por norma sem investimento inicial.

Em seguida ficarás a saber como funciona o sistema de marketplace, quais são os principais em Portugal e como usar estas plataformas de compra e venda online. Por fim, existem vantagens e desvantagens que também terão explicação.

Há 6 grandes marketplace de confiança em Portugal

  1. Marketplace do Facebook - comprar e vender artigos localmente - acesso gratuito
  2. Marketplace do KuantoKusta - comprar e vender online - acesso gratuito
  3. Marketplace Worten - compra e venda de artigos em Portugal - acesso gratuito
  4. OLX - compra e venda de artigos novos ou em 2.ª mão - acesso gratuito
  5. Decathlon - compra e venda de artigos desportivos - acesso direto
  6. Makro - compra e venda de produtos e mobiliário B2B - acesso direto

O funcionamento do marketplace é simples

marketplace Decathon
Exemplo de sinalização de artigo vendido por Vendedor Marketplace da Decathon

Para o consumidor ou cliente final o marketplace funciona como qualquer outra loja online ou plataforma de e-commerce. Todas as etapas são idênticas, bastando adicionar o produto à cesta ou carrinho de compras, tal como o checkout e pagamento.

Ou seja, todas as etapas do processo de compra online são mediadas pela empresa responsável pela loja virtual, inclusive a resolução de conflitos, ainda que algumas retalhistas transfiram essa responsabilidade para os vendedores marketplace.

Worten Marketplace
Exemplo de sinalização como artigo vendido por Vendedor Marketplace na Worten.

Em suma, os passos de compra e de pagamento no website são os mesmos. No entanto, os clientes têm de compreender e aceitar as especificidade de cada plataforma.

Por exemplo, no caso da Worten quem assegura a faturação e a expedição dos produtos marketplace são, por norma, os próprios vendedores marketplace. O mesmo sucede em vária locais e mercados digitais como o do Facebook e OLX.

Informação útil sobre os principais Market Place em Portugal

5 vantagens do Marketplace

  1. Visibilidade online do produto. O vendedor tira partido da notoriedade das retalhistas que criam e disponibilizam estas "montras" online. É mais fácil ter mais visualizações nos produtos.
  2. Poupar na Infraestrutura. Os vendedores que usem os marketplace não precisam de gastar dinheiro com publicidade, nem montar e manter uma loja online operacional. Esses encargos ficam com a retalhista.
  3. Notoriedade em Portugal e no Mundo. Ao vender os produtos num marketplace reconhecido é mais fácil que os artigos sejam vistos também fora de Portugal, ou seja, podem ter um público internacional.
  4. Sem Stock? Sem problema! Podem vender produtos sem os ter no imediato em stock. Após a receção do pedido de compra, podem encomendar e fazer chegar, em seguida, o produto ao consumidor.
  5. Aumenta as Vendas. Ao navegar na Internet chegamos com mais facilidade às recomendações e produtos à venda nestas plataformas graças à maior projeção.

Também existem desvantagens do Marketplace

  1. Sem personalidade da marca. Se tens uma marca e vendes numa loja de outrem, então não estarás a trabalhar o reconhecimento da tua marca e sim a detentora da loja online, a responsável pelo marketplace.
  2. Taxas e Custos Associados. Ainda que para o consumidor não existam custos acrescidos, para os vendedores existirão taxas associadas ao uso da respetiva plataforma, algo a ter em conta. Podem variar entre os 9% aos 30%.
  3. Dependência do Marketplace. Mais concretamente, das alterações que a responsável pelo marketplace possa fazer na estrutura, operação e / ou políticas de utilização do seu serviço sem teres voto na matéria.

Em suma, a aposta no marketplace para um vendedor que esteja a iniciar a atividade é uma boa opção para poupar custos com a montagem e manutenção de uma loja online. Nunca terão, porém, um controlo total da mesma.

Pode, de igual modo, ser uma boa opção para complementar as vendas caso já tenham uma loja online própria, aumentando a distribuição dos produtos e tirando partido da maior projeção das grandes retalhistas.

A exceção - no 1.º ponto elencado - verifica-se no marketplace KuantoKusta que proporcionar ações de marketing direcionado para a venda dos teus produtos caso comeces a vender na sua plataforma.

Meios de pagamento mais recorrentes

  • Cartão Visa, MasterCard ou American Express;
  • Pagamento Multibanco;
  • Cartão Universo;
  • Pagamento por MB Way;
  • Cartão Dá;
  • Cupões de desconto.

Por motivos de comodidade, ordem prática e segurança, estes serão os meios de pagamento que encontrarás na maioria dos marketplace em Portugal. É um leque abrangente que, porém, pode variar consoante a plataforma em questão.

Marketplace online surgiu em 2012 e agora está à distância de uma app

O marketplace é um mercado digital, uma loja online na sua essência, uma banca para qualquer vendedor interessado. O conceito surgiu em 2012, crescendo para se tornar numa realidade procurada para compra e venda de produtos e serviços.

A origem da palavra surgiu da junção de duas palavras do inglês: mercado (market) e lugar (place). É, essencialmente, o lugar onde se faz comércio, as compras e vendas virtuais de forma simples.

Em suma, o que é um marketplace? É um espaço virtual em que diferentes cadeias de comércio online disponibilizam espaço (uma banca eletrónica) nas suas páginas para que outras empresas e vendedores privados possam comercializar os seus produtos.

CTT pode ser uma ajuda na gestão da tua loja online

CTT Loja online

Em Portugal temos, por exemplo, o Marketplace Facebook, OLX, Worten, Makro e Decathlon. Aí qualquer pessoa, pode tirar partido dos "mercados" criados pelas retalhistas. Cada comprador entra e analisa a oferta mais vantajosa.

Todas as compras online levantam sempre preocupações nos consumidores e nos vendedores. A pensar nisso os CTT criaram uma plataforma dedicada ao e-commerce onde podem fazer a gestão da loja online de forma rápida e simples.

Por fim, temos o exemplo paradigmático de marketplace é a Amazon onde temos milhões de vendedores, além da própria Amazon, a vender os seus produtos. É o caso de maior sucesso com mais produtos disponíveis para Portugal a partir de Espanha.

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com a atualidade tecnológica na 4gnews. Email: ruibacelar@4gnews.pt