Xiaomi revela a sua nova imagem e entra oficialmente na indústria automóvel

Rui Bacelar
Comentar

A Xiaomi é uma marca viva, em constante evolução. Tem um novo logótipo, uma nova imagem e ambição redobrada agora que já é a terceira maior fabricante global de smartphones e dispositivos móveis, e até 2031 quer lançar o seu primeiro carro elétrico!

A revelação marcou o segundo dia de apresentações Xiaomi, o segundo capítulo do seu "mega evento" onde ficamos a conhecer a imagem aprimorada por Kenya Hara, designer japonês, o novo smartphone dobrável Mi MIX Fold e uma forte ambição.

Esta é a nova imagem e logótipo da Xiaomi

A Logo That Feels "Alive"#InnovationForEveryone pic.twitter.com/oimhPHZohK

— Xiaomi (@Xiaomi) 30 de março de 2021

O novo logótipo mostra-nos arestas arredondadas, preservando as cores da marca. Mantém-se o laranja, mas os cantos vincados dão agora lugar a traços suaves, algo também visível no tipo de letra que passará a ser usado pela marca.

Xiaomi

A nova imagem simboliza a natureza ágil da Xiaomi à medida que entra na sua segunda década de existência. Note-se que a empresa está prestes a celebrar o seu 11.º aniversário, sendo fundada a 6 de abril de 2010.

Lei Jun quer liderar a Xiaomi até 2031, data em que quer ouvir os motores da Xiaomi a circular nas ruas, mostrando-se disposto a lutar pela sucesso da marca numa das indústrias mais difíceis, sem descurar a sua área nobre, os dispositivos móveis.

A par da nova imagem, Lei Jun deu-nos a conhecer o seu passado empresarial, começando como programador e apaixonado pelo software, a súbito gestor e CEO, investidor e novamente CEO aquando da criação da Xiaomi.

Foi um preâmbulo apaixonante até à revelação da próxima etapa, reconhecidamente arriscada, para a empresa chinesa.

O futuro da Xiaomi também passará pelo mercado de veículos elétricos

Xiaomi Elon Musk

Lei Jun temia que o mercado dos veículos elétricos viesse distrair a empresa do seu objetivo e core no mercado de smartphones e dispositivos móveis. Mesmo assim, a empresa começou a estudar este setor desde 15 de janeiro de 2021 e assim continuará.

Inicialmente cético quanto ao futuro e interesse da Xiaomi no mercado dos carros elétricos, Lei Jun foi gradualmente convencido pelos demais executivos. O fator decisivo acabou por ser a interpretação do carro elétrico como expansão do ecossistema Xiaomi.

Jun olha para trás e reconhece o esforço e dificuldade que foi chegar ao n.º3 do top global das fabricantes de smartphones. O CEO da Xiaomi questionou se a marca tinha a mesma energia de há dez anos, altura em que entraram no mercado mobile.

Xiaomi

Ainda que as dificuldades do setor automóvel tenham assustado Lei Jun, certo é que o executivo não se deixou desanimar. Aliás, o CEO agradece em especial à comunidade de utilizadores, os Mi Fans pelo "empurrão" e encorajamento.

Perante o feedback positivo dos fãs e comunidade de utilizadores, Jun mostra-se mais otimista relativamente a uma "aventura" no mercado dos carros elétricos. Não foi uma decisão fácil, mas sim, a Xiaomi quer lançar um carro elétrico.

Não há data prevista para a apresentação do primeiro carro elétrico da Xiaomi, mas fica assim declarado o compromisso.

O primeiro veículo elétrico da Xiaomi já tem corpo, uma auto-caravana!

Xiaomi

Trata-se de um protótipo, um conceito desenvolvido e construído pela equipa de engenheiros da Xiaomi para provar que o conseguiam fazer e para agregar vários produtos do seu ecossistema. Veja-se o recheio da mesma com vários gadgets.

Acima vemos uma ideia, um veículo construído para viajar pelo país natal da empresa e convencer o CEO que esta "aventura" pode ter um desfecho feliz. Será uma aposta de risco que obrigará a um forte investimento contínuo e muito ambicioso.

A Xiaomi compromete-se a investir 10 mil milhões de dólares ao longo dos próximos 10 anos na indústria automóvel inteligente. Fá-lo-á com a criação de uma nova empresa subsidiária dedicada aos veículos elétricos inteligentes.

A Xiaomi investirá 10 mil milhões de dólares na indústria automóvel

BREAKING NEWSSay hello to #XiaomiSmartElectricVehicles. Get all the information at our #XiaomiMegaLaunch Part II tonight! 19:30 (GMT+8), 2021! pic.twitter.com/gq3Kue2pF1

— Xiaomi (@Xiaomi) 30 de março de 2021

A Xiaomi comprometeu-se publicamente, com os seus fãs e seguidores, a desenvolver veículos elétricos. Após muita deliberação e conjugação de interesses, o painel de administradores deu a saber que a Xiaomi não é só uma fabricante de smartphones.

O futuro passa pela indústria automóvel, pelos veículos elétricos inteligentes, tendo a empresa já alocado uma grande soma de capital para começar a sondar esta área.

A empresa está oficialmente na indústria dos veículos inteligentes elétricos.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.