Xiaomi: MIUI 14 chega com novo design e mais funcionalidades

Mónica Marques
Comentar

A Xiaomi só irá revelar oficialmente a nova interface MIUI 14 no final deste ano, mas começam a surgir os primeiros rumores sobre todas as novidades que traz consigo.

De acordo com as informações divulgadas, a nova interface chega com um design diferente, mais moderno, com mais funcionalidades e aplicações redesenhadas.

Xiaomi MIUI 14 vai chegar com um design redesenhado mais moderno

Xiaomi 12 Pro
A próxima geração Xiaomi 13 deverá já vir equipada com a nova interface MIUI 14 Crédito@Xiaomi

Apesar de o seu lançamento estar previsto apenas para o final do ano, eis que começa a ser levantado o manto de sigilo que envolve a nova MIUI 14. Segundo o site Xiaomiui, a interface vai chegar com um design novo que prima por ser mais moderno e inclui uma fonte a negrito.

Por outro lado, algumas das aplicações mais utilizadas desta interface – como por exemplo a Gallery e o Clock – estão também a passar por um processo de reformulação e vão ser apresentadas igualmente com um design renovado.

Segundo a mesma fonte, a marca chinesa está também a fazer alterações no seletor de widgets, no menu de configurações e ainda nas caixas de diálogo de permissão. A mesma fonte avança que a MIUI 14 irá ter suporte para notificações em balões que podem ser, no entanto, exclusivas de equipamentos como tablets e smartphones dobráveis.

Outras novidades incluem o suporte para Bluetooth LE Audio, assim como reconhecimento de texto que esteja inserido dentro de imagens. Esta funcionalidade será especialmente útil no caso de ser necessário copiar esse texto para colar em outro documento.

O site Xiaomiui avança ainda que a MIUI 14 vai permitir que os utilizadores desintalem um conjunto vasto de aplicações que anteriormente não podiam ser desintaladas, como é o caso da app Clock.

Xiaomi 13 chega no final do ano, tal como a nova interface MIUI 14

Entretanto, rumores antes divulgados dão também conta de que a nova série de smartphones de topo Xiaomi 13 deverá também chegar no final deste ano.

As mesmas fontes avançam, inclusive, que esta família de terminais móveis chega já a executar a nova interface, baseada no sistema operativo Android 13.

Para já, pouco se sabe sobre os novos flagships da marca chinesa, mas vários rumores garantem que a série vai ser equipada com uma bateria de célula única de 100 watts que terá suporte para carregamento rápido sem fios de 50 watts.

Espera-se ainda que a nova série de topo de smartphones chegue equipada com a próxima geração do processador Qualcomm, Snapdragon 8 Gen 2.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.