Xiaomi Mi 11 e Apple iPhone 12 custam o mesmo? Aparentemente sim!

Rui Bacelar
Comentar

O custo de produção do Xiaomi Mi 11 será o mesmo do Apple iPhone 12. A tese foi avançada por Pan Jiutang, executivo da Xiaomi, que recorreu ao seu perfil na rede social chinesa, Weibo, para dar conta destas "coincidências" entra a Apple e a Xiaomi.

Reconhecendo a vantagem da Apple na otimização de custos na Europa e nos Estados Unidos da América, Jiutang aponta ainda o forte "poder de marca" da gigante de Cupertino. Face ao exposto, o executivo mostra-se empenhado em fazer crescer a Xiaomi.

A Apple é um exemplo a seguir na otimização e gestão de custos

Xiaomi Mi 11 Apple iPhone 12

O executivo da Xiaomi aponta a Apple como uma das empresas mais eficientes a gerir os custos de distribuição. Algo que se torna particularmente notório na Europa e no seu mercado natal, os Estados Unidos da América. É também um dos fatores que permite à empresa de Tim Cook alargar consideravelmente as suas margens de lucro na venda dos seus produtos.

Mais ainda, Jiutang reconhece que o "reconhecimento" da Apple enquanto marca permite-lhe reduzir ainda mais os custos de distribuição, sendo um produto naturalmente cobiçado. Por outras palavras, colocou a marca de Cupertino como exemplo a seguir.

Frisando ainda que, apesar de ser oneroso distribuir os smartphones nos canais principais da Europa e USA, a Apple consegui a melhor operar a melhor gestão possível. Um exemplo de eficiência económica no mercado global.

O mesmo custo de produção para o Xiaomi Mi 11 e Apple iPhone 12

Apple iPhone 12

A fonte ligada à Xiaomi aponta ainda que o custo de produção - custo dos componentes - do Apple iPhone 12 é essencialmente o mesmo do Xiaomi Mi 11. Como o próprio refere, esta é já a segunda instância em que tal tese é avançada.

A gigante chinesa coloca o seu Xiaomi Mi 11 à venda, na China, pelo equivalente 617 dólares, pouco mais de 500 euros. No que lhe concerne, o Apple iPhone 12 começa perto do 820 dólares no seu mercado natal, os Estados Unidos da América.

Ambos os smartphones custarão perto de 370 dólares a ser produzidos, verificando-se uma forte discrepância no preço de venda ao público. Mais uma vez, o executivo da Xiaomi cita a Apple como bom exemplo na maximização empresarial das margens de lucro.

Por fim, remetemos o leitor para a cobertura prévia do tema, com mais informações sobre o custo de produção detalhado.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.