WhatsApp está ameaçado pelo iMessage da Apple, diz Zuckerberg

Rui Bacelar
1 comentário

Zuckerberg alega que as novas políticas de privacidade da Apple foram criadas para favorecer os serviços de Cupertino, lançando uma má imagem sobre produtos rivais como o WhatsApp do grupo Facebook. O CEO da rede social continua a afrontar a Apple.

Foi durante a última reunião com os investidores da empresa que Mark Zuckerberg expressou esta convicção, focando-se agora no futuro do seu WhatsApp. A plataforma sofre as consequências da alteração aos Termos de Serviço muito mal recebidos.

O impacto da política da Apple no WhatsApp e empresas do Facebook

WhatsApp Facebook

As declarações de Zuckerberg surgem após o grupo ter feito saber que pondera processar a Apple, estando já a preparar o caso e a colher aliados na acusação. Agora, contudo, o CEO detalha as suas preocupações sobre aquilo que considera ser uma ameça ao WhatsApp.

Em causa está a nova política de privacidade da Apple que obriga toda e qualquer app na sua App Store a declarar os dados que colhe sobre o utilizador soba forma de cartões de privacidade. Adicionalmente, o utilizador pode optar por não deixar que determinada aplicação ou serviço recolha informações.

Algo que, segundo Mark Zuckerberg, vem "ameaçar a publicidade dirigida com anúncios personalizados para cada utilizador, a fonte de sustente de milhões de pequenos empreendedores e micro-empresas que deles dependem para chegar aos consumidores".

Sem publicidade dirigida o modelo de negócios do Facebook é posto em causa

Foi também durante a última reunião trimestral com os investidores que Zuckerberg apontou novamente o dedo à Apple, apelidando-a de maior concorrente à presente posição do Facebook. O responsável pela rede social afirma que o serviço iMessage da Apple é agora o maior rival para o WhatsApp, e para o Facebook Messenger.

O executivo acusa ainda a Apple de fazer e implementar as novas regras com vista a favorecer os seus serviços. Para Zuckerberg, a nova política de privacidade serve para prejudicar a imagem dos rivais e engrandecer os serviços da própria Apple. Mais ainda, Zuckerberg acusa Tim Cook de não submeter os seus serviços às regras por si definidas pela App Store.

Para Zuckerberg, a iMessage é a maior ameaça ao WhatsApp

"A iMessage é o elemento de ligação de todo o ecossistema Apple. Vem instalada em todo o iPhone e eles preferem-na com APIs e permissões privadas. É por isso que a iMessage é a plataforma de mensagens instantâneas mais usada nos EUA. A Apple tem todo o incentivo para usar a sua posição de plataforma dominante para interferir com o funcionamento das nossas aplicações, dando preferência às suas soluções.", afirmou Mark Zuckerberg durante a última reunião.

O executivo do Facebook frisou novamente que a Política de Privacidade da Apple, já em vigor na App Store, asfixiará o pequeno comércio. Em concreto as pequenas empresas que dependem destes anúncios personalizados para chegar aos clientes.

A Apple, até ao momento, não respondeu às provocações de Zuckerberg.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.