Samsung Galaxy S23 serão fortemente inspirados nos atuais Galaxy S22

Carlos Oliveira
Comentar

Os Samsung Galaxy S23 serão os principais topos de gama da gigante sul-coreana para o próximo ano. A sua revelação só deverá acontecer nos primeiros meses de 2023, porém, o que devemos esperar deles já é tema recorrente.

As tradicionais fontes têm libertado as suas previsões iniciais acerca dos sucessores dos Samsung Galaxy S22. A tese generalizada continua a ser a mesma: os novos modelos mudarão muito pouco face à atual geração de topos de gama.

Samsung Galaxy S23 terão os mesmos ecrãs que os Galaxy S22

Desta feita, temos Ice Universe a dar as suas mais recentes previsões debruçadas nos ecrãs dos Samsung Galaxy S23. Segundo os dados que ele fornece, não teremos diferenças face aos modelos atualmente presentes no mercado.

Samsung Galaxy S23

Com efeito, o Sasmung Galaxy S23 terá um ecrã de 6,1 polegadas com a mesma resolução Full-HD+. Relativamente às dimensões físicas do produto, o novo modelo terá uma alteração impercetível na sua largura e altura.

Olhando para o Galaxy S23+, este contará com um ecrã de 6,6 polegadas também com resolução Full-HD+. Este modelo será igualmente ligeiramente mais largo e mais alto, mas será também marginalmente mais fino.

Já o suprassumo Samsung Galaxy S23 Ultra ostentará um painel com 6,8 polegadas com resolução Quad-HD+. Este terá diferenças na casa dos 0,2 mm na sua altura e largura, o que significa que será praticamente igual ao seu antecessor.

Ora, os dados que Ice Universe revela corroboram tudo aquilo que se tem falado até agora. Os Samsung Galaxy S23 não mudarão praticamente nada face aos Galaxy S22 no que concerne à sua estrutura e visual.

Internamente as coisas certamente serão diferentes. Em primeiro lugar, já se especula que os próximos dispositivos chegarão apenas com processadores Snapdragon 8 Gen 2, abandonando assim os chips Exynos por, pelo menos, um ano.

Há também quem refira que a Samsung irá colocar a sua câmara de 200 MP na traseira do Galaxy S23 Ultra. Estes são dados ainda precoces e estarão sujeitos a alterações no decorrer dos próximos meses.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.