Professor universitário explica porque é que o TikTok e WeChat devem ser banidos

António Guimarães
3 comentários

Tim Wu é um professor na Universidade da Colómbia e um ávido defensor da internet aberta e livre. Num artigo para o The New York Times, Wu justifica o banimento das aplicações chinesas por parte do governo americano, liderado por Donald Trump.

Embora Wu afirme que Trump é "a pessoa errada para esta luta", o professor indica que este escrutínio em apps chinesas como o TikTok e o WeChat é completamente justificado, devido ao comportamento da China, no que toca a apps estrangeiras.

fddxs

Basta olharmos para os factos: apps como o YouTube e o WhatsApp já foram banidas da China há anos. Estas apps são concorrentes ao TikTok e o ao WeChat e praticamente não existem no país. Assim sendo, o argumento de Wu é: se a China expulsa as apps ocidentais, porque é que o Ocidente não há de fazer o mesmo?

Afinal, tem de haver equilíbrio entre ambas as partes. A China não tolera apps estrangeiras, no entanto, as apps chinesas exploram o mercado ocidental quase sem limites. Existe realmente uma assimetria onde a internet é livre fora da China, mas restrita dentro do país.

China controla a internet de forma abusiva

Em relação à internet, a posição da China tem sido sempre bastante clara: é uma ferramenta para promoção do governo e supressão de opiniões contrárias. Basta utilizarmos o exemplo do massacre de Tiananmen Square, um assunto que é completamente proibido de mencionar na China, até mesmo nas redes sociais.

Assim sendo, o que devemos tirar dos argumentos de Wu? Embora as restrições de Donald Trump possam ser exageradas a nível empresarial (Huawei por exemplo), banir as apps chinesas tem o seu grau de justificação, dado o histórico do país. Qual é a tua opinião? Diz-nos nos comentários.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.