windows-10-continuum

E a questão fica-se pelo: “e agora?”. Sim, o Windows 10 Mobile foi anunciado ontem como já se esperava mas nem tudo foram boas notícias.

A lista de smartphones que suportarão a atualização já é conhecida e, o problema, é que na mesma não estão presentes os dois dispositivos que, a nível mundial, mais contribuíram para a evolução da plataforma, isto é, os Lumias 520 e 630/635, ambos com 512MB.

   

Sim, esse é o maior problema. Os 512MB de memória RAM são, para a Microsoft, insuficientes para que o Windows 10 Mobile corra com a fluidez que a empresa de Redmond considera necessária para que a experiência se mantenha, ou seja, a nova versão de Windows não se iria enquadrar no dispositivo e levaria a que toda a imagem daquela que é uma das características chave do mesmo fosse posta em causa.

maxresdefault

Deste modo, para um utilizador que possua um Lumia da série 52x, 62x, ou 72x, bem como o 530 ou outros smartphones de outras marcas, se esse quiser continuar a utilizar o Windows 10 Mobile, terá de integrar o Windows Insider e compactuar com os bugs que as versões possam conter.

Assim, esta questão está esclarecida mas, todavia, sobra uma também muito importante. Que irá acontecer aos smartphones high-end e que têm 1GB de RAM? Será que os seus processadores irão impedi-los de receberem a mais recente versão de software da Microsoft ou será apenas uma questão de tempo até que a recebam? Agora é preciso esperar.

Talvez queiras ver:

 

ViaWindows Central

Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.