OPPO Watch 3: os destaques dos rivais do Galaxy Watch 5 e Xiaomi Watch

Rui Bacelar
Comentar

São os primeiros relógios inteligentes a empregar o novo processador Snapdragon W5 Gen 1 da Qualcomm. Trazem baterias de maior dimensão para uma autonomia promissora, para além de novos ecrãs de maior dimensão, brilho e melhor qualidade de imagem. Estes são os novos smartwatch OPPO Watch 3.

Em primeiro lugar, tal como no portfólio da Samsung, temos agora dois modelos. A saber, temos o OPPO Watch 3, bem como o OPPO Watch 3 Pro. Ambos os modelos adotam um design premium com caixa metálica (alumínio), bem como várias opções para a pulseira, desde a borracha ao couro sintético, com várias tonalidades à escolha.

Design geral e construção cuidada para os smartwatch OPPO Watch 3

OPPO Watch 3

Assim, o primeiro destaque vai para a melhor qualidade de construção na terceira geração dos relógios inteligentes da chinesa OPPO. Ainda que o seu formato continua idêntico ao dos Apple Watch, vemos agora um reforço do feeling premium. Algo que não passará despercebido aos consumidores, mas certo é que gostaríamos de ver ainda mais opções de pulseiras para os relógios.

Em segundo lugar, o destaque vai para o novo leque de sensores. Temos, como é hábito, a possibilidade de acompanhar a frequência cardíaca, nível de oxigénio (SpO2 no sangue, eletrocardiograma (ECG) e outros dados de saúde.

Ademais, os wearables têm conectividade eSIM, Bluetooth 5.0, NFC, GPS integrado e resistência à água de 5 ATM (segundo a fabricante, suporta agora mergulhos até 50 metros). O melhor de tudo? Poderemos fazer chamadas telefónicas através do smartwatch sem este estar ligado ao smartphone.

Fazer chamadas sem estar ligado ao smartphone? Sim, é possível nos OPPO Watch 3

OPPO Watch 3

A par das capacidades de monitorização e rastreio de saúde reforçadas, os novos OPPO Watch 3 usam o novo processador Snapdragon W5 Gen 1 da Qualcomm. Este é o seu terceiro grande destaque, o passaporte para um novo leque de possibilidades a partir do nosso pulso.

O chip Qualcomm é acompanhado de 1 GB de memória RAM, bem como 32 GB de armazenamento interno para ficheiros, músicas, dados e outras apps. Ou seja, não só estão mais premium, com melhor construção, como têm ótimas caraterísticas técnicas para o padrão do setor em 2022.

O ecrã dos OPPO Watch 3 está ainda melhor com tecnologia AMOLED

OPPO Watch 3

O novo relógio, com design em formato de seixo, tem ecrã de 1,75 polegadas de diagonal, tecnologia AMOLED. Têm uma ligeira curvatura, efeito 3D que torna o vidro ligeiramente curvo em todas as margens, dotando-o de cantos arredondados.

Para além disso, o novo werable, nas sua versão base, pesa apenas 31,9 gramas e mede 11,65 mm de espessura (excluindo aqui a saliência dos sensores, no fundo). Não obstante, estão mais finos e elegantes, com maior cuidado na construção.

O OPPO Watch 3 tem uma bateria de 400 mAh que promete uma autonomia para até quatro dias de uso convencional. É um valor que rivaliza com os Samsung Galaxy Watch 5 e supera largamente os atuais Apple Watch. Por outro lado, o modo de autonomia alargada coloca-o próximo dos Xiaomi Watch com autonomia para até 10 dias.

O OPPO Watch 3 Pro tem ecrã maior, um AMOLED de 1,91 polegadas

OPPO Watch 3

A versão premium dos novos OPPO Watch 3, o OPPO Watch 3 Pro tem um ecrã de maiores dimensões com display AMOLED de 1,91 polegadas e tecnologia LTPO. Desse modo, o relógio entrega uma taxa de atualização de ecrã variável, protegido por uma camada de vidro 3D, ligeiramente curvo.

Este modelo é mais robusto e possui uma bateria de 550 mAh de capacidade. É também mais pesado, com 37,5 gramas e espessura de 12,75 mm de espessura, sem contar com a protuberância dos sensores. Tem ainda carregamento rápido com 10 minutos de carga a prometer até 24 horas de uso.

OPPO Watch 3 PRo

O preço, na China, começa no equivalente a 216 euros para o modelo base. Já o modelo Pro, começa nos 274 euros, chegando às lojas do mercado doméstico a 19 de agosto.

Por fim, ambos os relógios estão agora disponíveis na China, sem que de momento haja previsão de chegada à Europa. No entanto, é muito provável que, à semelhança dos antecessores, a OPPO os traga também para a Europa e para o nosso mercado.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com