OnePlus
O OnePlus 3 foi um dos maiores sucessos da empresa chinesa

A OnePlus evoluiu muito desde o inicio. Depois da aposta se focar em oferecer ao consumidor um produto excelente, capaz de competir com os melhores smartphones do mercado, mas por um preço que nem sequer se aproxima desses, a trajetória da empresa ficou bem definida.

Esta filosofia da empresa chinesa fez com que a mesma ganhasse imensos fãs. No momento em que escrevo este artigo, a OnePlus tem já uma boa base de seguidores e encontra-se numa espécie de “limbo” relativamente ao próximo passo. É aqui que muitas empresas optam pela veia comercial, esquecendo-se de todos os fãs que desde cedo apoiaram a marca pela sua filosofia, talvez mais virada para os entusiastas tecnológicos.

OnePlus

   

E neste seguimento, um utilizador OnePlus lançou um inquérito onde se dirige a todos os consumidores da marca e os questiona sobre a atenção dada pela marca a estes mesmos, bem como o tratamento que esta lhes deu.

Os resultados não saem, definitivamente, a favor da OnePlus. Para começar, este inquérito alcançou já 430 mil utilizadores, desde os primeiros a adquirir o OnePlus One, até àqueles que mais recentemente adquiriram o OnePlus 3T. A campanha em si tem já 1400 pessoas a apoiar a causa, pretendendo dirigir-se à empresa sobre esta matéria em questão.
David Monteiro, utilizador da “velha-guarda” da OnePlus, começou esta campanha, não só para avaliar a insatisfação dos clientes face à promessa até hoje não cumprida de trazer o Android 7.0 Nougat aos OnePlus 2 e OnePlus X, mas também a todas as matérias que se prendem com o suporte da marca aos seus fãs, bem como a transparência que a mesma transmite (ou não) a todos estes.

“Gostaria de clarificar que esta campanha não se prende apenas com a falta da atualização para o Android Nougat, mas sim sobre a forma como a OnePlus trata os seus consumidores mais antigos e o não cumprimento de algumas promessas feitas. (…) Decidi criar esta campanha com o intuito de aproximar a OnePlus às suas origens, bem como relembrar que os clientes mais antigos também importam.” – David Monteiro.

David Monteiro descreve três mensagens prometidas que Carl Pei, Diretor Executivo da OnePlus, falhou na sua promessa de transmitir à comunidade. A primeira, de dezembro de 2016, onde Pei descreve a importância dos fãs da marca. A segunda, publicada em fevereiro passado, tratava questões de marketing e comerciais. A terceira e ultima, não viu a luz do dia ainda, e, segundo David Monteiro, não deverá mesmo ser publicada.

A isto acrescenta que a promessa de manter o OnePlus One atualizado com o OxygenOS durante, pelo menos, dois anos, nunca foi cumprida, promessa essa feita pelo próprio Carl Pei. Assim sendo, este dispositivo deveria manter-se atualizado até 2017, enquanto que a ultima atualização para o OxygenOS ocorreu já em janeiro de 2016.

Não sendo uma das principais razões para dar inicio a esta campanha, mas integrando também uma boa parte das queixas, está a matéria relacionada com o Android Nougat e os OnePlus 2 e OnePlus X. Olhando aos factos, o Android 7.0 Nougat não poderá chegar a dispositivos equipados com processadores Qualcomm Snapdragon 801 e 800 e apesar de não haver uma explicação oficial, esta decisão da Google poderá estar na base da falta de atualizações para o novo sistema operativo para estes dispositivos.

Vê ainda: Top 6 de marcas com mais vendas no primeiro trimestre de 2017

Esta é um dos pontos criticados por David Monteiro e a sua campanha. A falta de transparência para com os consumidores será uma constante, o que tem criado insatisfação em todos os utilizadores mais antigos. Para uma empresa que gerou uma base de fãs tão próxima como a que tem, estes problemas poderão, a médio prazo, não beneficiar em nada a sua imagem.

Achas que a OnePlus teve a melhor atitude para com todos os seus fãs? Deixa nos comentários a tua opinião sobre esta temática.

Outros temas relevantes:

Xiaomi Redmi Pro 2: Preço confirmado de mais um interessante Xiaomi

Cuidado: Hackers conseguem saber os números da tua password pelo movimento do smartphone

Forma segue a Função – A filosofia de design do UMIDIGI C NOTE