OnePlus 5 Análise Review Smartphone
OnePlus 5

Nos últimos dias temos falado por várias ocasiões da OnePlus mas por razões que não têm agradado muito aos seus fãs e utilizadores. Desde logo temos rumores de que a empresa possa vir a apresentar um novo OnePlus 5T escassos cinco meses após a apresentação do OnePlus 5, onde apenas o seu ecrã 18:9 será novidade.

Por outro lado, temos informações bem mais preocupantes que envolvem esta jovem empresa chinesa numa prática muito pouco ética. Depois de alguma investigação por parte de Chris Moore, vieram a público informações de que a OnePlus estaria a recolher dados sensíveis dos seus utilizadores sem o consentimento destes.

Vê ainda: Começa o fim de semana com 35 Apps gratuitas na Google Play Store

No leque de informações que estariam a ser recolhidas temos, por exemplo, o número do telefone, nomes de redes Wi-Fi, endereços MAC ou mesmo o IMEI do teu smartphone. Tudo dados que são de extrema privacidade para qualquer utilizador e que, em momento algum, deveriam estar a ser recolhidos por quem quer que seja sem o consentimento do utilizador.

Depois do rebentamento deste escândalo, urgia um esclarecimento por parte da empresa visada. Esse esclarecimento chega-nos agora por intermédio de Carl Pei que, em comunicado, confirma a recolha de dados por parte da OnePlus mas garante que a mesma será interrompida até ao final deste mês de outubro.

OnePlus 5T
Será este o OnePlus 5T? Crédito da imagem : gizmochina

Recorrendo aos fóruns oficiais da marca, Carl Pei começa por referir que a sua equipa leva muito a sério a privacidade dos seus clientes e afirma que este tipo recolha de dados é prática frequente na indústria mobile. Assim sendo, é importante esclarecer esta temática.

OnePlus estaria a recolher os dados dos seus utilizadores para melhor optimização dos seus produtos

Segundo o co-fundador desta empresa chinesa esta recolha de dados tinha como objetivo compreender o comportamento geral dos seus produtos, optimizar a OxygenOS e ainda poder oferecer um melhor serviço de pós-venda.

Num futuro próximo, todos os smartphones equipados com a OxygenOS terão ao seu dispor, na primeira configuração do equipamento, a possibilidade de desabilitar esta recolha de dados. Para aqueles que têm neste momento em posse um equipamento da OnePlus, esta recolha de dados pode ser interrompida indo às Definições – Avançadas – Participar no programa de experiência de utilizador.

Mais ainda, é referido que passarão a ser facultados os termos de utilização, nos quais serão explicados todos os pormenores relativos a esta temática. Quanto à recolha de dados em si, Carl Pei garante que a empresa deixará definitivamente de recolher os números de telefone, endereços MAC e ainda as informações Wi-Fi.


Felizmente que a OnePlus não se decidiu esconder face a toda esta polémica. Um dos seus mais altos representantes vem assim dar a cara e esclarecer toda a comunidade tecnológica sobre aquilo que estava a acontecer e prometer a interrupção desta prática.

No entanto, todo este assunto irá certamente ser mal visto pela maior parte da comunidade tecnológica. Acreditas que a imagem da marca irá ficar manchada para sempre devido a esta prática? Ou, por outro lado, o facto de Carl Pei ter dado a cara irá sossegar os seus fãs e dentro em breve tudo será esquecido?

Outros assuntos relevantes:

Nokia 8 com 6GB de RAM não chegará a Portugal por óbvias razões

Motorola Moto G5S tem agora as novas cores Rose Gold e Cool Black

Mensagens Android – 100 milhões de downloads na Google Play Store

Viagsmarena
Fonteoneplus
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.