Mobdro: app de streaming de vídeo para Android deixa de funcionar

Rui Bacelar
Comentar

A aplicação Mobdro para Android deixou de funcionar. A app de streaming popularizou-se em Portugal ao permitir ver canais pagos como a Sport TV de forma gratuita através do streaming ou transmissão ilegal do sinal de televisão premium.

O Modbro era um portal com grande afluência, sobretudo para ver jogos de futebol em Portugal sem pagar. Ainda que a qualidade da transmissão não fosse a melhor, a app raramente falhava, permitindo aceder a um leque considerável de canais pagos.

A app Mobdro deixa de funcionar nos smartphones Android

A app Mobdro desapareceu das principais plataformas, sendo gradualmente removida, tal como aponta a publicação Netcost-Security. Era uma das soluções mais procuradas para streaming de vídeo no smartphone, muito em voga durante a pandemia.

O modus operandi da Mobdro, tal como figura no website do serviço, deixa bem claro a sua natureza duvidosa. "A Mobdro procura continuamente no YouTube os melhores vídeos e depois fornece-os aos utilizadores com os links num só local.", aponta a descrição da aplicação. "A Mobdro pode ser usada para descobrir facilmente streams de todo o mundo em diferentes tópicos e vários idiomas.", acrescenta.

Por outras palavras, através da aplicação era possível aceder às transmissões piratas divulgadas no YouTube. Desse modo, não era a aplicação que ativamente infringia a lei, limitando-se a agregar e distribuir os streams ilícitos que outros publicavam no YouTube.

Mobdro Android app
Interface de utilizador da aplicação Mobdro para Android

O papel da Mobdro na pirataria era, assim, passivo, mas importante enquanto distribuidor de conteúdos protegidos por direitos de autor e direitos de transmissão. Ao partilhar as transmissões de canais pagos que haviam sido divulgadas de forma ilícita, a aplicação contribuía ativamente para este tipo de violação da lei que levaria ao seu bloqueio e cessação de funções.

Atualmente ao aceder à aplicação não será apresentado qualquer sinal de vídeo. Não temos streams na aplicação Mobdro apesar de a aplicação continuar a funcionar, isto é, continua a poder ser executada nos smartphones Android, abrindo corretamente.

Todavia, o conteúdo que supostamente oferecia deixa de ser apresentado neste portal de pirataria.

Perante o acumular de queixas, a Mobdro deixa de apresentar streams de vídeo

Durante os vários anos em que esteve ativa a Mobdro tornou-se presença comum nos smartphones Android, sendo usada comummente para ver futebol no telefone sem pagar. Naturalmente, a sua popularidade atraiu as atenções dos legítimos detentores dos direitos de transmissão e direitos de autor.

Isto resultaria em várias queixas como a que foi submetida à Google pela liga indiana a 18 de dezembro de 2020. Em causa estava a transmissão das competições de críquete no país, com a Mobdro a divulgar a transmissão, entre outras apps similares.

Daqui resultaria a remoção e bloqueio do Mobdro pelo motor de busca da Google, entre outros. Também o seu domínio acabaria por ser removido e bloqueado, apesar de ainda ser possível aceder à página "Bio" do serviço de streaming.

Mobdro

Através do wayback machine vemos que o domínio oficial da Mobdro esteve online até ao dia 6 de janeiro de 2021. A partir daí foi bloqueado e redirecionado para outro domínio que também seria fechado pouco depois. Os responsáveis voltaram a criar um redirecionamento da página, apesar de ser provável que também essa landing page seja bloqueada muito em breve.

Para a aplicação, no entanto, isto significaria na remoção e bloqueio da ligação da mesma à Internet, com os seus motores de busca a estarem impedidos de atuar. Na prática, a app não pode continuar a sua atividade, deixando de apresentar as transmissões.

A última versão da app, com o número de compilação 2.2.8 deixou de funcionar e não há previsão de retoma. Não é sabido se este é o fim definitivo do Mobdro, com os programadores responsáveis a remeterem-se ao silêncio.

O Mobdro era um portal distribuidor de transmissões gratuitas, mas ilegais.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.