iPhone 12 deve ser mais poderoso que qualquer Android em 2020. Sabe porquê

Bruno Coelho
2 comentários

Mais transístores dentro de um processador, aumentam invariavelmente a sua performance, tornando-o também mais eficiente em termos energéticos. Este ano, tanto o Apple A13 Bionic como o Snapdragon 855 foram produzidos sob o processo de 7nm (nanómetros) da TSMC.

O Snapdragon 865 vai ser fabricado pela Samsung sob o processo EUV de 7nm. Isto significa que é fabricado sob litografia ultravioleta extrema, para que mais transístores possam caber num circuito integrado.

Processador A14 Bionic pode dar o salto para os 5 nanómetros

Segundo o vice-presidente da TSMC, a fabricante pode começar a produzir processadores de 5nm na primeira metade de 2020. Isto significa que o processador A14 Bionic deve fabricado sob este processo.

Tendo em conta que os próximos iPhone 12 chegarão ao mercado com este processador, isto promete oferecer-lhe uma vantagem de performance em relação a qualquer smartphone Android.

A Apple deve assim manter-se na linha da frente no que diz respeito à performance dos seus smartphones. Segundo a Lei de Moore, 2022 será o ano em que a produção dos processadores pode dar o passo para os 3nm.

No início deste ano, a Intel vendeu o seu negócio de processadores mobile à Apple por mil milhões de dólares. Tal indica que a empresa também pode desenvolver os seus modem 5G, e 2020 deve ser o ano em que tal acontece.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.