iPhone 12: 3 coisas que o Android pode copiar da Apple no futuro

Bruno Coelho

Para o bem ou para o mal, a Apple é a chamada trendsetter. Isto significa, na prática, que quando a empresa de Cupertino faz algo, os outros fabricantes anotam e sublinham, e muitas vezes acabam por replicar.

Quem não se lembra do polémico abandono da entrada de jack 3.5mm no iPhone 7. Depois de satirizarem essa escolha, hoje são raros os smartphones topo de gama Android que ainda têm esta entrada.

Há pontos que a nova linha de iPhone 12 trouxe para cima da mesa que são elogiáveis, e outros criticáveis. E consideres isso positivo ou negativo, há três tendências agora criadas pela Apple que podem ser seguidas por outros no futuro.

Smartphones topo de gama com tamanhos menores

Na hora em que foi oficialmente revelado o novo iPhone 12 mini, a marca afirmou que era “algo que apenas a Apple faria”. Nesse preciso momento, imaginei várias fabricantes Android a apontar num bloco de notas.

Se há algo que há muito se pedia era mais opções de tamanho para os consumidores que querem um equipamento pequeno. E depois de um iPhone 12 mini com 5.4 polegadas, parece-me certo que mais lhe seguirão os passos. A Xiaomi já está a pensar nisso.

iPhone 12 mini
iPhone 12 mini pode criar nova tendência

Carregamento sem fios magnético

O MagSafe promete vir melhorar a experiência de carregamento sem fios. E embora esteja longe de ser um produto perfeito, permite que possa carregar-se o equipamento sem fios enquanto este se encontra em uso. E não me parece descabido afirmar que os concorrentes Android podem apostar em formatos semelhantes com base no magnetismo.

Ausência de carregador na caixa

A medida mais polémica avançada pela Apple com os iPhone 12 foi a retirada do carregador de toda a sua linha de smartphones. Esta foi justificada pela redução da pegada de carbono.

A Xiaomi ou a Samsung, duas das maiores concorrentes, já se chegaram à frente para criticar e satirizar esta decisão. Mas se no passado também o fizeram em relação à entrada de jack 3.5mm e depois a retiraram dos seus topos de gama, não me parece descabido afirmar que o poderão repetir num futuro próximo.

Deves ter em conta que esta é apenas a minha opinião, e que tal não significa que os fabricantes Android vão seguir estas tendências. Mas a verdade é que quando a Apple faz, os outros apontam. E mais cedo ou mais tarde podem replicar.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.