INEM foi alvo de ataque informático em Portugal, tendência a agravar em 2023

Rui Bacelar
Comentar

O setor da saúde é uma das áreas mais sensíveis e vulneráveis a ataques informáticos que visam causar o máximo de dano possível nas entidades visadas. Em Portugal, informa agora a agência de cibersegurança Check Point, o INEM foi visado durante a última quinta-feira (15).

Segundo informa a RTP, o Instituto Nacional de Emergência Médica foi esta quinta-feira alvo de um ataque informático. Em comunicado, o INEM disse não ter registado "qualquer impacto nos sistemas críticos" nem na atividade de emergência médica pré-hospitalar.

Saúde na mira dos ciberataques, o ataque informático ao INEM

Atentando à sensibilidade do setor visado, a agência de cibersegurança vem agora comentar o sucedido, deixando também as suas previsões para este tipo de ocorrências em 2023.

O cenário não é de todo positivo, com o foco a repousar na prevenção e atualização dos sistemas informáticos para melhor resistir a futuras investidas.

Check Point
As 3 principais indústrias visadas. Os ataques aos cuidados de saúde cresceram 60% YoY.

"Esta quinta-feira o INEM, informou que foi alvo de um ataque informático nas suas estruturas. Apesar de ainda não se conhecerem os detalhes do tipo de ataque, podemos afirmar que os ataques a organizações de saúde continuam a aumentar." - aponta Rui Duro, Country Manager Portugal .

"Em Portugal, no relatório Top Malware compilado mensalmente, o setor da saúde é dos principais setores visados pelos hackers. O sector da Saúde, a nível internacional, sofre em média 1426 ataques semanais.", reforça o executivo.

"Os Ataques a organizações de saúde não vão diminuir. As organizações deste setor, contêm informações sensíveis, não só aos dados mais comuns das pessoas, como moradas e contactos, mas também resultados de exames médicos ou possíveis acessos a dispositivos como bombas de insulina e desfibriladores, muito porque a segurança informática destes dispositivos, nunca foi uma prioridade e tem sistemas desatualizados.” - conclui Rui Duro.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com a atualidade tecnológica na 4gnews. Email: ruibacelar@4gnews.pt