Hollyland Lark C1 review: microfone de lapela sem fios perfeito para smartphone

Bruno Coelho

O smartphone é cada vez mais um objeto de trabalho para muitos, e também a câmara principal dada a qualidade de alguns dos aparelhos do mercado. Mas como o áudio é tão ou mais importante que a qualidade de vídeo, produtos como o Hollyland Lark C1 podem fazer a diferença.

Este microfone de lapela sem fios ultracompacto é visto como a solução ideal para gravar áudio a partir do smartphone sem quaisquer limitações. Ao longo dos últimos dias tive oportunidade de testar o Lark C1, da Hollyland, e neste artigo conto-te tudo sobre a minha experiência.

Hollyland Lark C1

O que precisas de saber sobre o Hollyland Lark C1

Antes da minha opinião propriamente dita, é preciso contextualizar o Hollyland Lark C1 no mercado de microfones. Este encontra-se disponível para Android, com ligação USB-C, ou para iOS, com saída Lightning (com certificação MFI), que foi a testada por mim.

Promete uma captura de áudio até 200 metros, com uma latência super baixa de 0,08 segundos. Tem um sample rate de 48 kHz e bit depth de 16 bits. De realçar ainda que captura som com detalhe, com frequências entre 20 Hz e 20 kHz.

Hollyland Lark C1

Graças à tecnologia avançada de frequency hopping, vai automaticamente escolher sempre o canal mais limpo. Cancela ainda o ruído de forma inteligente, para que os ruídos de ambiente indesejados não tenham lugar nas tuas gravações.

Unboxing ao Hollyland Lark C1

Como podes ver no vídeo de unboxing abaixo, na caixa do Hollyland Lark C1 encontras tudo o que precisas para começar a criar com o teu novo microfone. Chega com um estojo de carregamento para o recetor e transmissores, cabo para carregamento e dois “dead cat” (acessórios para minimizar ruídos de vento durante as gravações).

Além disso, a experiência fica ainda mais completa quando notamos que vem também incluída uma bolsa rígida de transporte. Isto significa que o teu produto estará sempre bem guardado, e protegido contra possíveis quedas desta.

Como começar a utilizar o Hollyland Lark C1

O Hollyland Lark C1 é um microfone projetado para melhorar o teu áudio, sem recorrer aos nada práticos fios. Com este podes facilmente criar conteúdo de vídeo ou apenas áudio através do smartphone sem te preocupares com a distância a que estás do mesmo. E o emparelhamento não podia ser mais simples.

Tudo o que encontras na caixa do Hollyland Lark C1
Tudo o que encontras na caixa do Hollyland Lark C1

O processo de utilização é o verdadeiro plug and play. Basta ligares o recetor na entrada USB-C (em Android) ou no meu caso Lightning ao teu iPhone. E a segunda parte é colocares o transmissor (ou transmissores nas lapelas. Se fores gravar com algum vento, é aconselhável usares os “dead cat”.

No meu caso, bastou ligar o recetor ao iPhone e colocar o transmissor na lapela e começar a usar. Com a inclusão de dois transmissores na caixa, este produto vai além das possibilidade de vlogging, e pode tornar-se um aparelho perfeito para fazeres entrevistas em qualquer cenário.

Hollyland Lark C1

Se vires que o emparelhamento não foi automático, basta introduzires o recetor no teu smartphone, e clicares no botão de emparelhamento (o amarelo) no recetor e transmissores por 3 segundos. Mas por defeito estes já chegam emparelhados.

A minha opinião sobre o Hollyland Lark C1

Este é o tipo de produto que há muito tinha vontade de testar. Para quem faz vídeo para as redes sociais ou para o YouTube, este é o tipo de microfone que vai certamente revolucionar a forma como produzes conteúdo.

Hollyland Lark C1

O facto de ser plug and play e funcionar diretamente no smartphone, faz com que seja ideal para quem fazer o seu conteúdo sem levar muita "tralha" atrás. Em boa verdade, podes levar apenas o smartphone e Hollyland Lark C1 contigo. Maior portabilidade é difícil.

Como consegue captar áudio a distâncias até 200 metros, não tens de te preocupar em estar em cima do smartphone para que a tua voz seja bem ouvida. E faz com que possas deixar o smartphone num determinado sítio, e te possas desviar para captar planos diferentes enquanto és perfeitamente ouvido.

Hollyland Lark C1

Quando a caixa está totalmente carregada, a marca promete uma autonomia total de 32 horas para os dois transmissores, sendo que cada um deles pode operar por 8 horas de cada vez sem ter de voltar à carga. O que significa que não tens de te preocupar com falta de bateria durante um dia de utilização.

E sempre que fizeres uma pausa, colocá-los a carregar no estojo de carregamento é tão simples quanto arrumar os teus auriculares Bluetooth sem fios. O recetor, como funciona ligado ao smartphone, não precisa de ter carregado.

Hollyland Lark C1

E não terás problemas se a bateria faltar ao teu smartphone. Como podes ver na imagem, é possível carregar o mesmo enquanto usas o Hollyland Lark C1, recorrendo à saída Lightning colocada estrategicamente no recetor.

A app LarkSound

Embora não seja obrigatória para usares o teu Lark C1, a Hollyland disponibiliza gratuitamente a app LarkSound para Android e iOS. Esta fornece-te opções de uso avançadas para poderes melhorar a experiência de gravação.

É através da app que podes consultar o nível de bateria dos transmissores, ajustar o cancelamento de ruído (entre forte e fraco), controlar o volume de entrada (ganho) ou fazer atualizações. Também será na app que podes ativar ou desativar a possibilidade de reproduzir áudio pelas colunas enquanto o recetor está ligado.

Hollyland Lark C1

Pela minha experiência, esta app revela-se bastante simples e efetiva naquilo que faz. A interface é atrativa, e tem as funcionalidades necessárias para uma boa utilização de quem perceba muito do tema, ou nada.

Conclusão sobre o Hollyland Lark C1

Criadores de conteúdo, desde vloggers, youtubers ou live streamers podem ter neste um produto perfeito para revolucionar os seus vídeos. Mas se estás a começar, e queres o companheiro perfeito para melhorar o áudio nos vídeos onde falas para o smartphone ou action cam, este Lark C1 vai deslumbrar.

Como podes ver no vídeo acima, consegue capturar uma qualidade de áudio bastante boa face ao iPhone 13 Pro, que em nada muda mesmo quando te afastas. Além do mais, consegue facilmente cancelar o ruído de fundo para que o foco seja a tua voz.

Nesta versão que testei, temos dois transmissores. O que faz com que este também seja o microfone perfeito para entrevistas, se o teu objetivo é algo rápido, que possas usar ligado ao smartphone e sem quaisquer fios. E para isso mesmo deixo-te abaixo um exemplo da qualidade deste nesse cenário.

A autonomia não é uma preocupação com este produto. Cada transmissor tem até 8 horas de autonomia, o que significa que tens microfone para um dia de utilização. E com o estojo de carregamento, podes esperar até 32 horas de autonomia.

A simplicidade é notável. Basta ligar o recetor ao teu smartphone, e está pronto a usar. Colocas o microfone, com o clip, na tua lapela (ou lapelas) e podes falar para a câmara sem te preocupar em estar demasiado perto desta.

Hollyland Lark C1

Se fores usar os dois transmissores, é bom notar que o áudio não pode ser gravado separadamente. Os sinais na app aparecem como apenas um, e o resultado final aparece como áudio unificado (apenas uma pista de áudio).

Isto pode ser um ponto menos positivo para quem queira ter áudios separados para edição em entrevistas. Mas para quem quer a maior simplicidade a editar, e já ter esse trabalho feito, até pode ser visto como um ponto positivo.

A 4gnews atribui ao Hollyland Lark C1 uma classificação de 5 estrelas em 5 possíveis

Hollyland Lark C1

Preço e disponibilidade do Hollyland Lark C1 em Portugal

O Hollyland Lark C1 está disponível em Portugal através da Robisa em preto e branco (unidade testada). Tem um preço de 147,62 € na versão solo, com um transmissor, exclusiva para iOS. Já a versão duo, com dois transmissores, tem um preço de 222,64 € (IVA incluído) e está disponível para Android e iOS.

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Colabora com a 4gnews desde 2017, e faz parte da redação desde 2019. Come especificações ao pequeno-almoço. brunocoelho@4gnews.pt