KF5bless Cork Edition

A Iki Mobile ou Ikimobile, que doravante passarei carinhosamente a tratar por iki, assinalou no passado dia 15 de Dezembro o lançamento da sua nova gama. Foi um evento que encheu os olhos e os ouvidos. Encheu-nos os sentidos. Magistralmente organizado, a grandiosidade do que ali vimos só serviu para uma coisa: ocultar a mediocridade e vulgaridade dos produtos apresentados.

Vê ainda: Vem aí o primeiro smartphone com cortiça e é português

Para se ter uma ideia, vou apenas debruçar-me sobre o flagship. Ou, melhor, o flopship. Que mais à frente explicarei o porquê desta, também, carinhosa designação. Supostamente, o referido smartphone foi apresentado como tendo um design português, inovador, algo nacional. Um produto que nos deveria deixar orgulhosos, claro está.

   

Pois bem, o flopship da iki não é mais do que um Leagoo Venture 1 travestido e rebaptizado de KF5bless. Aparentemente foi feito um rebranding de um smartphone já existente e que pode ser adquirido por pouco mais de €140 nas lojas do costume. Porém, o smartphone inovador vendido pela iki custará €260. Quase o dobro do preço. As imagens abaixo falam por si.

Leagoo Venture 1
KF5bless e KF5bless Cork Edition da Iki Mobile

Só aqui já há motivos para considerar que a iki quer passar um atestado de ignorância aos portugueses. Mas a falta de bom senso ainda vai mais longe. O sistema operativo escolhido pela iki para o seu flopship de 2017 é o IKI Mobile OS 1.0 (baseado em Android 5.1 Lolipop).

É aqui que podemos ver a absurdidade da iki, quando em 2017 será lançado o Android 8 e há uns meses foi lançado o Android 7 Nougat, a marca portuguesa lança o seu melhor smartphone com um atraso de três versões. E, ao que tudo indica, sem actualizações à vista.

O CEO da Iki Mobile, Tito Cardoso, deu uma entrevista exclusiva à 4gnews em Março de 2016. Sobre o que poderiam esperar os portugueses relativamente ao software presente nos futuros produtos, foi dito o seguinte:

«O Android 5 foi um… Considero um flop. (…) O Android 5 saiu e passado um ano saiu o (Andoid) 6 (…) os próximos telemóveis já não queremos lançar com o (Android) 5, nós vamos passar automaticamente para o (Android) 6 (…) nem sequer vamos apostar no (Android) 5, nós vamos passar já para o (Android) 6 […]».

A conclusão é simples: a marca considerava que o Lolipop tinha sido um flop. Porém, apresentam o flagship para 2017 com Android 5.1 Lolipop. Ou seja, um flopship. Parece que há uns meses atrás a iki não sabia sequer o que iria apresentar em Dezembro.

Curiosamente, para além disto tudo, o próprio Leagoo Venture 1 vem também com Android 5.1 e a skin que corre por cima do sistema operativo IKI Mobile OS 1.0, inclusive o design dos próprios ícones, toda a artwork e o aspecto da interface é igual ao que corre também no smartphone de gama média-baixa da empresa chinesa. Parece que a única inovação é mesmo o alegado revestimento de cortiça no KF5bless Cork Edition.

É vergonhoso assistir a um lançamento de um produto que de português só tem a fachada. Os portugueses não se identificam com este tipo de produtos. Quanto a outros mercados, a história é diferente, até pode haver quem engula. Porém, o mercado nacional não se contenta nem se revê na expressão «gato por lebre».

Por mais que se queira defender e apoiar as marcas nacionais, perante o que assistimos, é impossível ficar indiferente a tamanha pantomina. Em suma, assistimos a uma apresentação megalómana, um cocktail fancy e super clean, tudo cheio de gente VIP, dança, música, barulho, som e uma actuação do artista Virgul.

No cimo disto tudo, um YouTuber peculiar que nem uma selfie em palco conseguiu tirar à primeira, com o KF5bless da iki, foi o embaixador desta fantochada sem nome. Fantochada em que esteve presente Manuel Caldeira Cabral, Ministro da Economia deste nosso Portugal, a sorrir e a acenar.

A iki, como diria o Professor Medina Carreira, parece uma daquelas santolas que há uma época em que só têm casca, não têm conteúdo. São assim os produtos da iki: santolas só com casca! Uma situação que enoja qualquer Tech Writer e qualquer português.

Talvez queiras ver:

Iki Mobile: Vem aí o primeiro smartphone com cortiça e é português

Gboard: o novo teclado da Google já está disponível para Android e iOS

LG Display poderá fornecer ecrãs flexíveis à Apple, Google e Microsoft

Tech Editor aqui na tua, nossa e vossa 4gnews, onde a tecnologia é falada em Português. Repórter ocasional e legal hacker. Orgulhosamente nascido no ano em que a Word Wide Web foi inventada, a Nintendo lançou o Game Boy, o primeiro episódio dos Simpsons foi para o ar e o Muro de Berlim caiu.