Huawei P20 Pro iFixit Android
Podemos contemplar, nesta imagem, uma bateria de 4000mAh com muita sede. Agora a sério, o processo de desmontagem da bateria em si. ©iFixit.

O Huawei P20 Pro é o mais recente topo de gama da fabricante chinesa e acaba agora de de ser desmontado passo-a-passo pela iFixit. Esta entidade especializa-se na desmontagem dos smartphones, aferindo em seguida a facilidade / dificuldade com que os mesmos podem ser reparados em caso de necessidade. Ora, agora podemos ver este smartphone Android a ser completamente desmontado passo-a-passo.

O smartphone Android está a ser bem recebido em Portugal com as pré-vendas a baterem novos recordes, isto segundo as informações da própria marca. Dotado de três câmaras traseiras, o Huawei P20 Pro é considerado o melhor smartphone para fotografia segundo a DxOMark. Agora, podemos também ver todas as suas câmaras e os detalhes e pormenores da sua construção.

Vê ainda: OnePlus 6. Confirmam-se os traços deste smartphone Android

De acordo com a iFixit o Huawei P20 Pro não é muito fácil de reparar ou substituir algum componente caso tal se revele necessário. Esta entidade atribuiu-lhe 4 pontos num índice que vai de 0 até 10 consoante a facilidade de reparação do terminal. Esta pontuação reflecte a sua construção bastante selada e firme, algo que não facilita possíveis intervenções.

Note-se que esta combinação de vidro, a proteção IP67 e vários outros fatores contribuíram para a pontuação em si. Será um pouco complicado, por exemplo, trocar o seu ecrã, componente sempre susceptível a quebras e danos físicos. Uma simples queda pode ser o suficiente para arruinar um smartphone, seja ele qual for. Mais ainda, os dispositivos em vidro acabam por ser sempre um pouco mais susceptíveis.

Huawei P20 Pro já foi desmontado pela iFixit

Tal como os Samsung Galaxy S9, também os Huawei P20 e Huawei P20 Pro são construídos em vidro com uma estrutra metálica. Mais ainda, no caso do Huawei P20 Pro, com a certificação IP67 temos mais impermeabilização e resistência aos elementos. Isto significa uma construção ainda mais sólida com todas as portas e possíveis entradas mais seladas. O resultado? É mais difícil aceder ao interior deste smartphone Android perante a sua construção reforçada.

Construção em vidro e metal neste smartphone Android

4 pontos em 10 no índice da iFixit

Uma pontuação medíocre, para a par com os principais rivais da marca como os novos Samsung Galaxy S9. Toda a impermeabilização e a utilização do vidro como principal material de construção acabam por tornar mais demorado o processo de desmontagem. Torna-se necessário remover todos os adesivos para separar os componentes e todas as proteções anti-água e poeiras.

Algo que para o utilizador final não terá qualquer impacto negativo. Isto é, a dificuldade de reparação recairá sobre os técnicos e não sobre o consumidor. Posto isto, só no final do período de garantia (24 meses) é que tal se poderá revelar um empecilho para o utilizador comum. Até lá, esta é uma preocupação que não deverá afetar o consumidor que agora fica a conhecer os Huawei P20 Pro.

De acordo com esta entidade, a favor do terminal temos a utilização de vários componentes modulares. Algo que vai sempre facilitar uma possível intervenção futura para trocar ou reparar algum componente. A grande dificuldade passa por abrir o smartphone sem danificar todo o vidro que o reveste.

O risco de partir o painel traseiro de vidro ou a parte frontal, também em vidro, é real. Ora, todo o procedimento implica uma mão firme. Mais ainda, por norma as principais reparações necessárias acabam por ser ao ecrã / display dos terminais, sejam eles Android ou iOS. O mesmo deverá suceder com os Huawei P20, são sempre os ecrãs os componentes mais susceptíveis.

Reparação / substituição do ecrã é uma das intervenções mais frequentes

A substituição da bateria será outra área em que o Huawei P20 Pro acaba por dificultar a intervenção. Toda a bateria em si está bem fixa à estrutura do terminal, o que por si é ótimo para a coesão e segurança do dispositivo. Já para os técnicos de reparação isto significará a necessidade de um esforço extra para a retirar e aceder à bateria em si.

Em suma, este Huawei P20 Pro pode não ser o smartphone mais fácil de reparar mas isto não deverá preocupar o consumidor. Mais ainda, tal como vários outros smartphones construídos em vidro, a sua pontuação situa-se dentro da média para os recentes topos de gama.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Huawei P20 Pro. Pré-compra do smartphone bate recordes em Portugal

Huawei Honor 10 na cor Twilight tal como o Huawei P20

LG G7 ThinQ, o próximo topo de gama chega já no dia 2 de Maio

Fonte | via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).