Huawei acusada de ser apoiada pelo exército chinês

António Guimarães
Comentar

De acordo com a Reuters, o governo americano reuniu provas de que a Huawei e outras 20 empresas chinesas são controladas pelas forças militares chinesas. Os documentos para já estão envoltos em segredo, mas foram verificados e autenticados por oficiais da defesa militar americana.

Além da Huawei, estão incluídas empresas como Hikvision, China Mobile, China Telecom e a fabricante de aviões chinesa AVIC. A lista provém de uma lei aprovada em 1999 que requer ao departamento de defesa dos Estados Unidos reunir listas de empresas que possam ameaçar a segurança nacional.

A lista requer nomes de empresas que "providenciam serviços comerciais, fabricantes e agentes de importação ou exportação". Até agora, as empresas em questão não responderam às alegações, nem a embaixada chinesa em Washington D.C.

fgxxf

Estas acusações podem ser trazer consequências graves para a Huawei

Os últimos 2 anos tem sido atribulados para a Huawei, com várias suspeitas e acusações de espionagem em prol do governo chinês. A maior nação acusadora são os Estados Unidos, embora outras já tenham feito alegações semelhantes.

No meio de toda esta controvérsia, a Huawei já foi prejudicada a nível de software, com a perda de acesso aos serviços da Google. Os seus smartphones tem sido então lançados sem estes serviços, apenas com as alternativas criadas pela Huawei, chamados de Huawei Mobile Services.

Contudo, as restrições não ficaram por aí. Eventualmente, os Estados Unidos colocaram pressão na fabricante TSMC para cortar fornecimento de componentes de processadores à Huawei e outras fabricantes. Desta forma, a produção de chips Kirin tornou-se complicada para a Huawei, sendo que a marca recorreu à MediaTek.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.