Honor X9 5G é oficial: um gama-média com design apetecível

Bruno Coelho
Comentar

A outrora submarca da Huawei, agora independente, acaba de lançar um novo smartphone de gama-média. Chama-se Honor X9 5G, e chega ao mercado com algumas características interessantes e… serviços da Google.

Comecemos pelo mais importante. Conta com um ecrã IPS LCD de 6,81 polegadas com margens bastante reduzidas. Tem resolução Full HD+ (1080 por 2388) e taxa de atualização de 120 Hz.

Honor X9 5G

Honor X9 5G é comandado pelo Snapdragon 695 5G

É comandado pelo processador Snapdragon 695. Este confere-lhe suporte para 5G e dá-lhe um desempenho competente sob processo de 6 manómetros. É acompanhado por 6 ou 8 GB de RAM e 128 ou 256 GB de armazenamento interno não expansível.

No campo da fotografia, podes esperar uma câmara principal de 48 MP. Esta é acompanhada por lentes macro e de profundidade de 2 MP. Mas é a ilha circular onde as câmaras estão dispostas que mais salta à vista. À frente, num minúsculo punch-hole, está a câmara frontal de 16 MP.

Honor X9 5G

A bateria é outro ponto onde a Honor não facilita. O Honor X9 5G chega com bateria de 4800 mAh com carregamento rápido de 66 W. A marca afirma que este permite carregar 81% em apenas 30 minutos.

Na lateral encontramos um sensor de impressões digitais. De realçar a presença de Bluetooth 5.1 ou NFC. No entanto, é bom ter em conta que tem apenas um altifalante e não tem entrada para jack 3,5 mm.

No que diz respeito ao sistema operativo, chega com Android 11 com a Magic UI 4.2 por cima. Os utilizadores poderão escolhê-lo entre as três cores disponíveis: preto (Midnight Black), azul (Ocean Blue) e prateado (Titanium Silver).

Preços e disponibilidade do Honor X9 5G

Foi primeiramente lançado na Malásia pelo equivalente a 235 €. Não foi referida a data para um possível lançamento global.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.