Xiaomi apresenta dispensador de água que vais querer ter em casa

Bruno Coelho
Comentar

A Xiaomi é conhecida pelo seu vasto leque de produtos. E o mais recente a ser lançado para o mercado é o novo dispensador de água, que certamente muitos vão querer ter em casa. Chama-se Xiaomi Mijia Desktop Drinking Machine Hot and Cold Version.

O nome é comprido, mas tenta ao máximo explicar as potencialidades deste produto. É que o mesmo não se limita a ser um dispensador de água, como tem sistema de filtragem de seis níveis e pode aquecer automaticamente a água.

Xiaomi Mijia Desktop Drinking Machine Hot and Cold Version

Segundo o que é revelado pela marca, o nível de filtração é elevado face a anteriores produtos. Este novo dispensador de água passa a água por dois filtros de osmose inversa, e dispõe de um total de 6 níveis de filtragem.

Xiaomi Mijia Desktop Drinking Machine Hot and Cold Version aquece água em apenas 3 segundos

Mas vamos a números. O novo Xiaomi Mijia Desktop Drinking Machine Hot and Cold Version consegue eliminar até 99,9% das bactérias presentes na água. Além disso, conta com potência de 2100 W para a que a água aqueça em apenas 3 segundos.

Xiaomi Mijia Desktop Drinking Machine Hot and Cold Version

O depósito do produto é de 4 litros, pelo que poderá ser facilmente usado por mais que um dia sem ter de recarregar. Poderás ainda variar a temperatura para água fria entre os 15 e os 5 graus.

Preço e disponibilidade do Xiaomi Mijia Desktop Drinking Machine Hot and Cold Version

O preço não é para todos, mas apenas para quem procura algo com este nível de qualidade. O novo dispensador de água da Xiaomi foi lançado na China por 2499 iuanes, que se convertem diretamente em 357 euros.

Por enquanto este é um produto apenas lançado oficialmente na China. Mas à semelhança de outros produtos para casa da Xiaomi, esta pode em breve trazê-lo para os mercados globais.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.