CEO do Twitter volta a abrir os "cordões à bolsa" na batalha contra a COVID-19

Vitor Urbano
Comentar

A pandemia da COVID-19 está a ter efeitos desastrosos na economia mundial, sendo os Estados Unidos um dos países mais afetados. Numa altura em que muitas empresas "lutam" para se manterem ativas e pagar ordenados aos seus funcionários, várias empresas relacionadas com o mundo da tecnologia têm-se chegado à frente e apoiado a comunidade com generosos donativos.

Um dos melhores exemplos é Jack Dorsey, CEO do Twitter, que depois de já ter doado mais de mil milhões de dólares, voltou a anunciar um novo donativo de 3 milhões de dólares.

$3M to @MichaelDTubbs and @mayorsforagi for #guaranteedincome programs in cities across the country. This is one tool to close the wealth and income gap, level systemic race and gender inequalities, and create economic security for families. #UBIhttps://t.co/1APG505xZH

— jack (@jack) 9 de julho de 2020

Desta feita, o donativo é feito à união de presidentes da câmara que defendem rendimentos garantidos. Na sua essência, o donativo de Jack Dorsey vai ajudar presidentes de 15 cidades a combaterem os efeitos devastadores da pandemia na sua economia. Através de uma publicação na sua conta no Twitter, Dorsey diz que o donativo é uma "ferramenta para encurtar a diferença entre riqueza e rendimentos, equilibrar as diferenças entre género e raça, assim como criar segurança económica para famílias."

Empresas do mundo tecnológico continuam a ter papel crucial na luta contra a COVID-19

Ainda que Jack Dorsey possa ser uma das figuras de maior destaque durante estes tempos de crise, em geral o mundo tecnológico tem apresentado um reação extremamente positiva às adversidades. Até agora, vimos esforços por parte de várias empresas, tentando oferecer apoio e suporte com diversas ações humanitárias.

Por exemplo, a Apple duplicou os seus donativos à China para ajudar no combate ao surto de coronavírus, enquanto a Samsung forneceu medicamentos e fundos de apoio, assim como smartphones para pacientes em quarentena. Também a Xiaomi se destacou com várias ofertas de milhões de máscaras para vários países que enfrentavam grandes dificuldades.

Como seria de esperar, Elon Musk e a Tesla também não ficaram de fora, apoiando várias comunidades com donativos de dinheiro, máscaras e ventiladores.

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.