Aqui está a razão para a Apple abandonar a versão mini do seu iPhone

Mónica Marques
Comentar

Ao que tudo indica, o iPhone 14 não vai incluir uma versão mais compacta que a marca disponibiliza como mini.

A Apple pode não revelar a razão para ter abandonando esta variante, mas o motivo salta à vista: o modelo mini não tem sucesso comercial!

Modelos mini de iPhone vendem menos do que todos os outros

iPhone 13 mini
O iPhone 13 mini está disponível em Portugal a partir de 829 euros Crédito@Apple

A confirmarem-se todos os rumores, este ano o iPhone 14 não vai contar com a variante mais compacta conhecida por mini. Parece que a Apple abandonou este modelo e não irá incluí-lo já na próxima geração do seu smartphone.

E ainda que seja possível que a empresa de Cupertino nunca venha a revelar o porquê desta decisão, a razão está à vista de todos: o iPhone mini vende menos que todos os outros e não é um sucesso comercial.

Foi em 2020 que a Apple deu a conhecer uma nova estratégia ao lançar, pela primeira vez, um modelo mini na sua série iPhone 12. A ideia era simples e fazia todo o sentido: conquistar utilizadores que pretendiam um smartphone mais compacto e barato.

Dois meses após o lançamento oficial, eis que surge a primeira vaga de más notícias. O iPhone 12 mini representava apenas 6% do total de vendas do smartphone. De imediato, a empresa de Tim Cook suspendeu a produção do modelo.

Em 2021, chega o iPhone 13 mini numa nova tentativa para conquistar quota de mercado. Mais uma vez, a Apple recebe más notícias. o iPhone 13 mini consegue ser pior que o seu antecessor e regista apenas 3% das vendas totais do iPhone.

Utilizadores preferem iPhone base da geração anterior ao modelo mini mais atual

Perante estes fracassos de vendas, ninguém fica surpreendido se a Apple abandonar a variante mini do iPhone. E existe um conjunto de razões para os utilizadores não se deixarem conquistar por este modelo mais compacto.

A primeira e mais óbvia é que muitos utilizadores não querem um ecrã pequeno. Depois há também a questão de estar demonstrado que os utilizadores preferem os modelos premium da marca – recorde-se que o iPhone 13 Pro Max tem registado vendas excelentes, a nível global.

Mas talvez a razão mais relevante seja uma estratégia de marketing errada para o público-alvo. Muitos analistas afirmam que a Apple concentrar-se num preço mais barato em vez de se focar no desempenho, não traz bons resultados à marca.

E a prova disso é que muitos utilizadores preferem o iPhone base da geração anterior em vez do iPhone mini mais atual. Tudo porque o primeiro oferece um desempenho melhor, ainda que seja mais caro.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.