Apple Watch Series 7 explode e utilizador vai para hospital (vídeo)

Mónica Marques
Comentar

Fumo e problemas de sobreaquecimento levaram um modelo do Apple Watch Series 7 a explodir.

O utilizador veio a público contar toda a história, depois de uma passagem pelo hospital, para garantir que não tenha sido intoxicado pelos vapores de chumbo emitidos durante o incidente.

Problemas de sobreaquecimento levam a explosão do Watch Series 7

Já ouvimos muitas histórias sobre o smartwatch da Apple ter salvo a vida de utilizadores por detetar anomalias no seu ritmo cardíaco, mas hoje as notícias dão conta de uma história um pouco diferente.

O site 9to5Mac está a divulgar que um modelo do Apple Watch Series 7 explodiu depois de ter registados problemas de fumo e sobreaquecimento. A história é contada ao site na primeira pessoa, pelo utilizador que sofreu o incidente.

De acordo com este utilizador, o smartwatch começou a aquecer depois de ter rachado a parte traseira do mostrador. O próprio wearable emitiu um aviso sobre a sua temperatura elevada, recomendando que fosse desligado para arrefecer.

De imediato, este utilizador contactou o suporte da Apple que abriu uma investigação e pediu à pessoa para não mexer no equipamento até voltar a ser contactado pela marca. Na manhã seguinte, a situação piorou, com o ecrã a rachar devido à temperatura. O utilizador resolveu tirar fotografias para mostrar à marca o que estava a acontecer.

Mas eis que o relógio começa a expelir fumo e a fazer uns sons crepitantes, até que explode.

Apple Watch Series 7
O Apple Watch Series 7 já foi removido do site da Apple, mas ainda pode ser adquirido em lojas de tecnologia Crédito@Apple

Preocupado com as emissões de chumbo, o utilizador dirigiu-se a um hospital para ser examinado. Com a garantia de que estava bem de saúde, o utilizador contacta novamente a Apple, que garantiu que o seu caso estava assinalado com prioridade máxima e que a empresa voltaria a contactá-lo em breve.

A empresa só voltou ao contacto dois dias depois e ficou com o modelo para este ser analisado nos seus laboratórios. A Apple também pretendia que o utilizador assinasse um documento de confidencialidade sobre o incidente.

O próprio não só recusou assinar o documento, como contou toda a história ao site 9to5Mac, tornando-a pública.

A Apple ainda não comentou publicamente o sucedido e, ao que tudo indica, está a analisar o equipamento para perceber as causas que levaram ao sobreaquecimento do wearable e consequente explosão.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt