Apple e Google controlam hábitos de utilização com apps pré-instaladas, diz estudo

Rui Bacelar
Comentar

O mais recente estudo encomendado pelo Facebook conclui que os hábitos de utilização de um iPhone ou smartphone Android são, em grande parte, ditados pelas aplicações pré-instaladas pela Apple e Google, respetivamente.

Estes dados, recém-publicados, aferem-se à realidade norte-americana, tendo sido essa a nação estudada. A entidade responsável foi a Comscore que avaliou, entre outras métricas, a popularidade das aplicações pré-instaladas nos Apple iPhone e vários Android.

O estudo debruçou-se sobre os hábitos de utilização em iPhone e Android

Apple Samsung

Em seguida, a mesma entidade avaliaria a popularidade de aplicações de terceiros instaladas nos dispositivos em questão. Desse modo, conseguiram efetuar uma comparação entre as apps instaladas pela Google e Apple com as demais aplicações.

Importa ainda frisar que o universo de amostra foram 4 mil utilizadores de smartphones Android e iOS residentes nos Estados Unidos da América. As conclusões do mesmo são interessantes, mostrando que as apps pré-instaladas são as mais utilizadas.

Há, aliás, uma grande margem se superioridade na utilização das aplicações que tanto a Google como a Apple instalam no seu Android e iOS, respetivamente. São aplicações como o relógio, meteorologia, mensagens, câmara, fotos, entre outras.

As apps pré-instaladas no iOS e Android são as mais usadas

Google Apple

Este estudo encomendado pelo Facebook, forte crítico da Apple e do que considera ser um monopólio na App Store e iOS, aponta isso mesmo. De acordo com as declarações de Joe Osborne, porta-voz do Facebook, o estudo vem provar isso mesmo.

Este estudo quis mostrar "o impacto das aplicações pré-instaladas no ecossistema competitivo de aplicações". No entanto, apesar de existir diversidade de apps instaladas e respetiva popularidade, certo é que a dominância pertence à apps da própria Apple e Google.

Mais concretamente, nos smartphones iOS, os iPhone, das 20 aplicações mais populares, 15 são da própria Apple - 75% do mercado. Mais ainda, 8 destas aplicações estão no topo da lista, desde o Apple Fotos ao Relógio e Tempo no iOS.

Apple Google

Por outro lado, na esfera Android há uma maior diversidade, ainda que as aplicações da Google totalizem 60% do mercado. Entre o top 20 das apps mais popular existem 12 aplicações pré-instaladas pela Google no sistema operativo Android.

Mais ainda, 4 destas aplicações encontram-se nos 4 primeiros lugares. São elas Google Play Store, Pesquisa Google, Youtube e o Gmail. Mais abaixo na tabela versa ainda o Google Maps, Drive, Fotos, Contactos, Câmara, Relógio, Calendário e Duo.

Por fim, vemos ainda que o Facebook é o único programador - além da Apple e Google - a ter mais de duas aplicações no Top 20 de popularidade em ambas as plataformas.

O Facebook é a exceção neste Top 20

Esta realidade é divulgada numa altura em que tanto nos Estados Unidos da América como na Europa o monopólio das Big Tech é posto em causa. A propósito, veja-se a mais recente ação de Margrethe Vestager no seio da Europa fazendo frente à Apple.

Estará na altura de se forçar legalmente uma divisão destas gigantes, ou terá o utilizador mais a ganhar com esta dominância e respetivos serviços de ambas as tecnológicas?

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.